quinta-feira, 2 de março de 2017

Segredo.02.10


26 comentários:

  1. uma depressãozinha pós-parto, talvez...
    ou o casamento com a pessoa errada e pelas razões erradas a vir à tona...

    ResponderEliminar
  2. Se uma conversa não chega para mudar atitudes, é tomar acções que o façam ver a situação. Que tal deixar de cozinhar para ele, deixar de lavar a roupa dele e de a passar a ferro, entre outras coisas do género? Talvez assim ele perceba. Se não perceber, é partir para outra porque teria menos trabalho a fazer tudo sózinha. Boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que maus conselhos

      Eliminar
    2. E que bons conselhos teria para dar anónimo das 07:56h?

      Eliminar
  3. Seria melhor.. não teres casado com ele.
    Continuo admirado com as relações de hoje em dia, não acredito que não tenha havido sinais de que era um homem que não ajuda nas tarefas familiares. isso não foi falado?
    Desejo que tudo se resolva a bem e te comece a ajudar porque ter um filho dá muito trabalho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe eu ia dizer isto tudo de uma forma mais brusca, mas você disse tudo de uma forma muito mais suave! As pessoas não vêm os sinais antes de se casarem? Mas para que serve o namoro? E sabendo que os maridos n são muito ou nada prestáveis ainda têm filhos? Possas, é complicado de perceber o que estes homens têm na cabeça e ainda mais difícil de perceber o porquê das mulheres se sujeitam a isto e n vêm com olhos de ver o que realmente têm a seu lado ainda em namoro ( e n me digam que mudam muito depois do casamento blá blá blá), sou mulher e quando estamos apaixonadas enxergamos como queremos e não como realmente é a pessoa que gostamos !!! Espero que a situação mude e se n mudar mude você e o seu filho. Um beijinho :)

      Eliminar
    2. Vocês devem ter tido so relações completamente perfeitas, so pode!
      às vezes quando se ama realmente alguém, detalhes não se vêm ou não se notam logo.
      E certas relações podem mudar com o tempo. Se calhar quando casaram era tudo perfeito e agora acomodaram-se um ao outro anos depois.
      e ha a diferença entre falar e o que depois se passa.
      Não julguem sem saber, até porque não sabemos exactamente ao que a autora se refere nem temos a visão do marido.
      Até pode ser que ela seja mulher que não trabalha e ele trabalha, por exemplo.

      Eliminar
    3. Anónimo2 de março de 2017 às 21:34
      Não existem relações perfeitas, e até as relações perfeitas acabam mal :) têm que haver diferenças para se completarem. Mas uma relação dois é muito mais que amor, é também saber viver em comum. Se uma pessoa não sabe fazer isso...todo o sentimento pode ir por água abaixo com o passar dos anos... pelo menos vejo isso assim.
      Se sou arrumado e caseiro... vou namorar uma mulher desarrumada e que sai todas as semanas? se calhar é melhor não...se calhar vou-me irritar e ela também com estas diferenças... a não ser que isso não seja considerado algo importante na relação. É apenas um exemplo entre muitos.
      Não sei se é o caso deste segredo... mas tendo em conta os diversos casos que conheço... a probabilidade é muito grande de ser algo parecido :) mas como é óbvio.. cada caso é um caso!

      Eliminar
  4. Como entendo este segredo! Estou a passar pelo mesmo e é tão desgastante, tão triste, tão "revoltante"... era suposto ser um "plano a 2", mas está a ser um "plano a uma" e ando de rastos com esta situação

    ResponderEliminar
  5. Estás farta? Então com o acréscimo de trabalho e responsabilidade deixas de o amar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Onde está o amor da parte dele se também não ajuda?

      Eliminar
    2. O nível de sentimento "mede-se" pelo auxilio que presta?

      Eliminar
    3. Sim mede. Se o meu companheiro deixa tudo para mim, não se preocupando com o meu esforço, o meu cansaço, o meu bem-estar, não me auxiliando, é sinal de que não me ama. Por isso, sim, se sinto que não sou amada, acarinhada, vou começar a sofrer, a sentir-me desvalorizada e o amor vai esmorecer, podendo chegar ao ponto de mais vale só e com menos serviço, do que acompanhada tendo de trabalhar em casa por mim e pelos outros.

      Amar é cuidar, ajudar, acarinhar, auxiliar. Só pelo sexo mais vale ficar solteira (com ou sem filhos) e brincar às casinhas ao fim-de-semana.

      Eliminar
    4. Fox, em certa medida sim. Eu não continuaria a amar da mesma maneira um homem que não dividisse comigo as tarefas de casa. Isso diz muito sobre uma pessoa, e tudo coisas negativas. Além de que preferia viver sozinha do que ter que tomar conta de um adulto.

      Eliminar
    5. Pode simplesmente não possuir a sensibilidade ou habilidade para o fazer e não significar que não tenha sentimentos. Como acontecia nas gerações passadas? Não havia sentimento em nenhuma daquelas relações?

      Eliminar
    6. Uma vez ouvi numa missa: "Muitas vezes me respondem: eu até ajudava, eu até fazia, eu até ia... mas sabe, não tenho jeito (aplicado a várias situações), e a questão maior era, mas porque razão quando as pessoas resolvem casar e ter filhos, não se questionam antes acerca da questão do "ter jeito" (neste caso pode aplicar-se possuir sensibilidade ou habilidade).

      Eliminar
    7. Surpreende-me um pouco as respostas do Fox, sempre demonstra ser uma pessoa sensata e com ótimas ideias. Essa de não ter sensibilidade até faz sentido, porque na verdade há muitos homens (estamos a falar deles, neste caso) que na verdade não a tem, tampouco tem vontade de mudar,o que ainda é pior. No entanto, a habilidade conquistam-na para os interesses deles, para o que lhes convém....o sentimento, acredito que existe, sabem qual é o mais forte?! - o egoísmo!! O meu marido é exatamente assim, um grande egoísta!Revolto-me imenso mas ao fim de muitos anos não consegui que ele mudasse. E o namoro não diz tudo, as pessoas mudam muito ao longo dos anos, eles e nós!! Muitos homens não são fáceis de "educar" (até soa ridículo), porque são telhudos e prepotentes. Eu, também faço muitas vezes como a anónima do dia 3 e das 2:30, ou deixo-o a falar sozinho e de seguida já lhe passou. E, p.f. não digam que o amor perdoa tudo, eu penso e sinto que estes comportamentos e o egoísmo fazem o amor acabar. Haja paciência e muita....

      Eliminar
  6. Acho que as pessoas tambem se ensinam...e nós também devemos ensinar como queremos ser tratadas. Eu por exemplo, quando algo me incomoda, ou falo na hora ou as vezes em vez de falar e arranjar uma discussão interminavel onde deixo de ser ouvida ao fim de 10 min e onde um homem orgulhoso nunca ira dar o braço a torcer(apesar de reconhecer a razao), pago exatamente na mesma moeda. Mais tarde é ele a dizer-me que não gostou. Que engraçado, eu tambem não. Assunto resolvido ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É ler e aprender :)
      (Às vezes dá trabalho e chatice e discussão. Mas é melhor ensinar (o trabalho e a lição) do que andar a vida toda a ser criada do senhor marido).

      Eliminar
  7. Isso é muito comum... Tenho a sorte de fazer parte de um casal que divide e partilha a paternidade/maternidade como deve ser. Enfim, é preciso também ter sorte.

    ResponderEliminar
  8. Com o meu feitio, gostava de ver o homem que nao ia ajudar...eu quando me chega a mostarda ao nariz, explodo de uma maneira que ele até fica aparvalhado a olhar para mim. E imponho regras e faco com que elas se cumpram. E deixo-o ter razao de vez em quando, sou carinhosa e cedo aqui e ali para ele nao achar que sou uma ditadora e também porque ele merece :) Sei que nem todos os homens estao para dividir o comando com uma mulher, nao é o feitio de todos, mas para mim um "machista" também nao dava nem por 1 dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ah, é um homenzinho submisso, ok. tem o que merece.

      Eliminar
    2. ridícula esta resposta!!

      Eliminar
  9. o problema é quando no namoro é tudo mto bonito, pq "é só de visita" e depois quando os filhos nascem não há volta a dar...oh tempo volta p trás! isso tb queria eu...ia fazer tudo tão diferente!

    ResponderEliminar
  10. tu não gostas é de trabalhar, pois...

    ResponderEliminar