quinta-feira, 2 de março de 2017

Segredo.02.14


9 comentários:

  1. existem muitíssimos advogados que são verdadeiros artistas...

    ResponderEliminar
  2. Eterna questão, seguir o nosso sonho ou garantir as nossas necessidades financeiras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando era mais nova queria ser guitarrista numa banda de rock. Hoje tenho um curso que me garante a estabilidade financeira, um emprego certo, um ordenado certo, segurança no trabalho, um seguro de saúde, um credito habitaçao, um carro, aos meus filhos não lhes falta nada, nem em termos materiais nem em termos de segurança e estabilidade. E claro, amor tambem não falta. Quando tenho saudades toco umas músicas para amigos, vou a um concerto, e se quiser viajar, o meu emprego tambem mo permite. Sou feliz e fiz a escolha certa. As vezes seguir um sonho pode-se tornar num grande pesadelo. Não me importo de não morrer de amores pelo meu trabalho, mas agradeço por tudo o que me proporciona. Trabalho é isso mesmo. No tempo livre podemos dedicar-nos aos nossos sonhos. É um bom equilibrio. É mínima a percentagem de população que faz o que sempre sonhou no seu trabalho. Acaba por ser um conto de fadas. Mas isso não quer dizer que não o possa fazer nas horas vagas.

      Eliminar
    2. Sim, claro. Mas não seriamos todos mais felizes se não vivêssemos sob o peso do capitalismo e da moeda corrente?

      Eliminar
    3. Você pode trabalhar e tocar guitarra numa banda... conheço quem faça. Fica um hobby mas quem gosta faz.

      Eliminar
  3. uma coisa nao exclui a outra...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não? Ser artista de circo precisa de treinar muitas horas por dia e partir em digressão. O que não se pode fazer sendo advogada.

      Eliminar
  4. Talvez se fosse artista de circo...iria desejar outra coisa um pouco mais calma e com maior segurança e estabilidade. Queremos sempre o que não temos. Muitas vezes ate já temos o melhor e so lhe damos valor quando perdemos. Não se esqueça que vida de circo não é so ir ao palco receber os aplausos e correr mundo...muitos passam por precariedade...falta de segurança...falta de condições...os bons circos que existem e com boas condições sao escassos...apenas as grandes companhias nas quais é muito complicado entrar e vingar. É muito suor, muita lagrima, muitos anos de treino desde tenra idade. E mesmo assim não é certo que vinguem. Muitos dependem dos espectadores...e quando as bancadas não sao completas..os artistas tambem não recebem ou recebem muito pouco. Muitos sao olhados de lado pela sociedade. Uns meros saltimbancos que escolheram o caminho fácil ou não se esforçaram por ser algo mais. Ha muito preconceito. Para não falar de que nunca estão certos em lado nenhum, pelo que a vida familiar torna-se complicada. E ao fim de uns tempos, quando a excitação inicial de correr o mundo passar...torna-se cansativo. É uma vida dura. Porque não se inscreve em aulas do género? Como um hobbie? E se o interesse é correr mundo...viaje!

    ResponderEliminar
  5. Só vivemos uma vez. Pensa nisso.

    Æ

    ResponderEliminar