sexta-feira, 3 de março de 2017

Segredo.03.17


19 comentários:

  1. Procura ajuda. Patrícia Lemos. Círculo Perfeito.

    Vou mandar-vos um e-mail com o meu contacto caso a autora deste segredo queira ajuda em termos de informação sobre saúde menstrual. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu queria muito muito ajuda! Não sou a autora do segredo mas tenho receio de ter o mesmo por ter alguns sintomas e estou com muito receio em fazer os exames. Não consigo falar disso com ninguém e precisava mesmo de ajuda. Como posso chegar até si?

      Eliminar
    2. Não tenha medo de fazer os exames porque seja o que for quando mais cedo for visto melhor

      Eliminar
    3. Eu tenho ovários poliquísticos e não me impede de ser mãe. É muito individual, por si só o diagnóstico não significa infertilidade.

      Também fui seguida pela Patrícia Lemos e recomendo (: mesmo!

      Eliminar
  2. Com 18 anos, a minha ginecologista disse-me que eu só conseguiria engravidar com tratamentos, por ter o mesmo que tu. Queria muito ser mãe, mas quando chegasse a altura logo se veria. Uns bons anos mais tarde, demorei imenso tempo a descobrir que estava grávida, precisamente porque achava impossível. Como não queria acreditar não fiz o teste quando achei que era capaz de ser essa a razão das minhas mudanças todas.
    Depois disso, engravidei mais cinco vezes. Não tenho seis filhos, só tenho dois mas a ideia é esta: SOP não é sinónimo de esterilidade.

    Boa sorte para o teu caminho!

    ResponderEliminar
  3. Já existem muitas crianças que também merecem viver no seio de uma família feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A autora quer um bébé gerado por ela , com os seus genes, se nao nem sofria com a ideia de nao poder engravidar.
      No entanto o Fox é livre de nunca gerar um filho e adotar quando quiser.

      Eliminar
    2. "Desde que me conheço sonho em ser mãe". Tanto quanto sei, quem adota também passa a ser Mãe. Por vezes até chega a ser mais Mãe do que a progenitora.

      Eliminar
    3. Eu sou a autora do segredo, e não quer dizer que descarte a ideia de ter um filho adoptado. O que eu quero é poder experimentar a gravidez,o parto,as ecografias, e todas essas novidades. Quero saber se é parecido comigo ou não, quero poder partilhar o que muitas mulheres conseguem. Quero também poder dar à pessoa que amo essa oportunidade de viver isto comigo. Não estou de todo a relativizar a adopção, pois acho um acto muito nobre, mas também posso desejar conseguir engravidar.
      Quando partilhei o meu segredo, pensei que estaria óbvio a ideia da fecundação pela minha parte, daí ter partilhado a existência deste síndrome.
      Também não quero simplificar a ideia de ser mãe com apenas uma gravidez, contudo é uma vontade minha gerar uma vida.

      Eliminar
  4. A minha mulher também...
    Temos 3 filhos, concebidos naturalmente...

    Não stresses, tudo vai acontecer no tempo certo.

    ResponderEliminar
  5. Confio muito na Medicina. Acredito que consigas concretizar esse sonho e torço por ti. :)

    ResponderEliminar
  6. Existem montes de mulheres com essa doença e ainda assim têm uma vida normal!
    Não te stresses ;)

    ResponderEliminar
  7. Procura te informar como deve ser, boa sorte para o teu sonho! :)

    ResponderEliminar
  8. Não tornes o assunto factor de ansiedade. Stress e ansiedade prejudicam o quadro clinico. Vive o momento, e não o que poderá acontecer.


    Æ

    ResponderEliminar
  9. Todas as amigas que tinham o mesmo que tu engravidaram sem problemas.
    Acalma te!

    ResponderEliminar
  10. Se começares a ter medo e a stressar, garanto-te que não seras mãe.
    Não penses absolutamente nisso. Eu até prefiro nem saber se tenho um problema que me possa impedir de ter filhos. Prefiro tentar sem saber e logo se vê. Porque às vezes tem-se um problema que pode eventualmente dificultar a coisa, mas o facto de saber e stressar é que impede de engravidar (sim, sim, acontece imenso!).
    Conheço três mulheres que andavam sempre a ter medo e a stressar e 5 anos depois filhos nada. Duas deixaram de stressar e engravidaram pouco tempo depois. A terceira nunca deixou de stressar e ainda não engravidou.
    Se o stress é a causa final ou não não sei, mas stressar é a pior coisa para isso!
    Sobretudo não percas esperança, não tenhas medo

    ResponderEliminar
  11. Vamos a ver uma coisa!
    SOP NÃO impede a gravidez! A maioria das mulheres com SOP engravidam até mesmo naturalmente.
    PODE eventualmente causar infertilidade, não quer dizer que seja sempre o caso, nem de longe!
    é mais causa de subfertilidade do que infertilidade. O que signifique que ou engravidas naturalmente, ou até vais la com ajuda de especialistas.

    Eu tive SOP desde jovem, comecei a tomar a pilula aos 14 anos antes mesmo de ter relações sexuais. Tinha microquistos, os periodos eram horriveis, doiam imenso e sangrava imenso e tinha muitos pelos nalgumas zonas tipicamente masculinas.
    Com a pilula, os pêlos desapareceram quase completamente (não tenho mais do que uma mulher normal), os quistos também e os periodos agoram são normais e nunca mais tive dores.

    Por isso, não te preocupes. Se começas a agonizar com isso, é pior! Segue os conselhos do teu ginecologista. Não tinhas ainda ido ao ginecologista ou apareceu depois?

    De qualquer forma, não comeces a stressar, não vale a pena, és jovem e o SOP é longe de ser o pior inimigo para quem quer ser mãe. Ha tratamentos muito eficazes para isso, mesmo se o ideal era teres começado mais cedo (se podias ter sabido antes), senão, ainda és jovem!

    ResponderEliminar
  12. Tenho esse problema, mas depois de deixar a pílula engravidei depois de 5 meses... Sem qualquer tratamento consegui ser mãe de um lindo e saudável menino, por isso os ovários poliquisticos não são impeditivos de se ser mãe. HC

    ResponderEliminar
  13. Tive a mesma coisa, conheço mais gente que tem e garanto-te a conversa da tua ginecologista é uma grande treta. Ovários poliquísticos é uma síndroma muito comum, especialmente numa rapariga tão nova. A causa é hormonal e tem tendência a passar com a idade, que acaba por regular as hormonas.
    Procura alguém que te possa ajudar a ligares-te ao teu corpo com tratamentos naturais, e não vás na conversa que a pílula é o único "tratamento" - pode funcionar, mas é para usar durante um período de tempo curto, tipo 6 meses.
    Tenho uma amiga com SOP que diz que toma a pílula "senão não tem período". Já lhe tentei explicar que com a pílula ela não menstrua, simplesmente tem uma hemorragia de privação, mas não lhe entra na cabeça.

    ResponderEliminar