domingo, 12 de março de 2017

Segredo.12.10


25 comentários:

  1. Troque de terapeuta. O seu terapeuta devia ter separado as águas. E você também. Em princípio, se nada vos impedia de estarem juntos esporadicamente ou de forma séria, bastava terem terminado a parte oficial.

    ResponderEliminar
  2. se não é um "terapeuta" sexual então alguém está a violar gravemente os deveres éticos...
    e tu nem te dás conta de que estas a ser utilizada...

    ResponderEliminar
  3. O homem é terapeuta , mas n é de ferro!
    Obviamente que em termos profissionais n é muito ético, mas vamos pensar que isso do sexo tb faz parte da terapia(sejamos irónicos porque o segredo n é uma tragédia).

    ResponderEliminar
  4. Que falta de etica...
    Chamam-me antiquado, mas ginecologistas homens...
    Acredito que a maior parte não escolheu por vocação.
    E acima de tudo, primeiro são HOMENS e depois são MEDICOS.
    Muitas mulheres já disseram que os homens são mais delicados que as mulheres nos exames de rotina.
    Faz parte do "homem", não do "médico".
    As pessoas vêem os medicos como "deuses".
    Mas atrás daquela bata branca está um ser humano com desejos como qualquer outro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim deve ser lindo ver vaginas doentes e muitas "nojentas" o dia todo.................. se você acha isso desejavel....

      Eliminar
    2. Por acaso acho que deve ser muito pouco sensual ver uma vagina em situação de exame ginecológico. Até porque um órgão genital, por si só, não tem nada de atraente.

      Eliminar
    3. Na verdade, faz parte do médico, porque a maioria das mulheres até se queixa da brutidão com que manejam as partes...

      Eliminar
    4. O terapeuta não é o ginecologista.
      E depois, os ginecologistas devem, como em todas as áreas quando possível, ir pela vocação. Até porque, digo-lhe, para acompanhar todos os dias dezenas de mulheres de todas as idades, formas e feitios, com pachachas limpas, mal lavadas, cabeludas ou carecas, doentes, sãs, com fungos, semen, pús, corrimentos, hemorragias, cancro, inflamações, gravidezes, DSTs e sintomas que nem falo aqui, saber os detalhes da vida sexual das pacientes e, no fim do dia ir para casa e, em sendo heterossexual, sentir desejo pela parceira... sem vocação, duvido que vá lá.

      No segredo, entendo que se tratará de um psiquiatra ou psicólogo.
      Mau, em qualquer dos casos, atenção. Falhazinha no código ético do seu terapeuta, autor(a)...

      Eliminar
    5. Posso estar errada, mas penso que este segredo nada tem a ver com médicos...

      Eliminar
    6. Mas o segredo era sobre um terapeuta ou um ginecologista?

      Eliminar
  5. Eu sinceramente só acho falta de ética se um de vocês ou os dois forem comprometidos, se estão solteiros não vejo mal nenhum.

    ResponderEliminar
  6. Que falta de profissionalismo

    ResponderEliminar
  7. O seu terapeuta deveria ter terminado a relação profissional antes de se envolverem intimamente.
    Se não o fez, faça-o você e procure ajuda de outro profissional.

    ResponderEliminar
  8. O profissionalismo é tanto, que certamente nem és a única! (Já pensaste nisso?!)

    ResponderEliminar
  9. Vais sair de lá a precisar de um terapeuta da fala.

    ResponderEliminar
  10. Independentemente do tipo de terapeuta que ele seja é um mau profissional.
    Se vocês se apaixonaram ou decidiram ter um caso então ele tem obrigação de terminar o contacto profissional contigo. Se estavas numa situação de vulnerabilidade quando o procuraste a atitude dele ainda é pior pois aproveitou-se de ti.

    E o pior de tudo é que é esta gente que tem trabalho enquanto outros profissionais muito bons estão no desemprego por falta de cunhas.

    ResponderEliminar
  11. Não te julgo para não ser julgado, mas o importante é saber separar o profissional do pessoal. Se os dois estão felizes com esta relação é preciso encerrar o profissionalismo e ficar só no pessoal, pois ética profissional é preciso ter.

    Arthur Claro
    http://www.seminudez.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Eu não sei porquê tanto espanto. Quando se junta um homem e uma mulher, o mais fácil é acontecer situações destas. Faz parte da nossa natureza. E se são os dois livres, ainda é mais fácil, e se vão para casa de um ou de outro, depois da consulta, onde está a falta de profissionalismo ou de carater de cada um? Vocês são é uns invejosos

    NM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. NM?? A sério?! Desculpa mas nunca pensei ouvir tanta barbaridade num comentário de uma pessoa supostamente inteligente e culta.
      Um terapeuta tem uma relação desigual com o paciente, de poder. Aproveitar-se disso é ir contra todos os códigos éticos e deontológicos porque, lá está, quem percebe desse tipo de dinâmicas sabe que é muito má ideia isso não ser proibido.

      Ninguém os proíbe de terem uma relação, seja amorosa, seja casual mas não enquanto ele continua a ter uma posição de poder na relação. É completamente impróprio e pouco profissional.

      As pessoas têm inveja?De quê?! De não saber ser profissional ou de ter alguém a tomar partido da vulnerabilidade pessoal? De facto, uma inveja atroz.

      Eliminar
  13. Muito bom! E ainda por cima, se calhar, pagas!!! :) AHAHAHAHAH.
    O que interessa é que estejas bem de mente e... corpo...

    ResponderEliminar
  14. Trata-te do corpo e da mente, serviço completo! :)

    ResponderEliminar