quinta-feira, 23 de março de 2017

Segredo.23.14


7 comentários:

  1. Não sei se não gostas de aluma coisa em particular no teu corpo ou se tens problemas de identidade de género.
    Se for o último caso posso aconselhar-te a procurares ajuda. O estado apoia e acompanha medicamente a mudança de sexo. Em Lisboa tens o Hospital Santa Maria e o Centro Hospitalar Psiquiátrico de lisboa. Poderás, também, contactar a ILGA e receber apoio psicológico e encaminhamento para o serviço nacional de saúde.
    Muita força e boa sorte!

    ResponderEliminar
  2. O corpo não te define completamente, contudo quem tu és e o que desejas ser... pode não ser iguais.

    ResponderEliminar
  3. E quem é que tu consideras ser?
    A não ser que sintas ser do sexo oposto, ou que tenhas algum distúrbio, o corpo tende a es um reflexo de quem somos =) ou pelo menos, um reflexo da forma que tratamos de nós próprios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não. Eu detesto um elemento específico do meu corpo, que não posso alterar só cuidando dele. Resultado, estou a meio caminho das poupanças para uma cirurgia plástica ;)

      Eliminar
    2. Mas aí ou cuida ou aceita =) (ou faz cirurgia que é basicamente construir algo em cima em que já existe)
      O facto de detestar algo não significa que não faça parte de si.

      Eliminar
  4. E desde quando é que o corpo tem de condizer com a nossa maneira de ser? Para isso eu deveria ser um Deus do Olimpo... 2.10m, bem constituído, charmoso :P e sou um lingrinhas de primeira :)
    Agora a sério...preocupa-te mais com a beleza interior, no meu caso eu reparo mais na personalidade e na beleza interior do que o aspecto que uma pessoa tem. tenta juntar-te com pessoas que pensam da mesma maneira e não ligues às más línguas.

    ResponderEliminar
  5. Olha, o meu também não. Mas não é por isso que não gosto dele. Porque gosto de mim. E o corpo é só a lotaria genética de Deus e os nossos pais. Toda a roupa que eu gosto e com a qual me identifico não pode ser usada no meu tipo de corpo. Então uso uma coisa qualquer que se mescle com a multidão e não se destaque. Mas rostos, corpos e outras partes da anatomia não têm de ter um protótipo físico. SÓ NOS LIVROS DE ROMANCE E NOS FILMES é que os mocinhos e mocinhas são sempre adónis e deusas!

    ResponderEliminar