segunda-feira, 27 de março de 2017

Segredo.27.15


16 comentários:

  1. Realmente eles não devem ter os assuntos bem resolvidos. Não fará muito sentido estar contigo e jantar com a ex.
    Fala com ele e diz-lhe que isso te aborrece. Esclareçam o que pretendem para o futuro.

    ResponderEliminar
  2. ou então simplesmente o amor entre eles mudou. deixou de ser carnal para ser amor de irmãos. ou então simplesmente permanecem cúmplices e amigos sem desejo sexual um pelo outro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ter mudado se nunca foi intenso enquanto amantes. A minha experiência em amizades com ex prova-me que só passado bastante tempo e caso a admiração pela pessoa se mantenha, tendo qualquer atracção acabado de ambas as partes, se pode considerar algo mais do que a cordialidade.
      A tendência é haver sempre algo, mesmo que inconsciente, um modo de manipular e saber da vida de alguém do passado. Mal resolvido na esmagadora maioria das vezes. Já tive uma opinião igual à sua até aprender que é algo muito raro e, mais ainda, desnecessário.

      Eliminar
  3. Por acaso, é daquelas coisas que eu não vejo grande necessidade. Respeito quem opta por manter amizade mas eu, pessoalmente, acho que, a menos que já se tenha passado muito tempo e/ou que as coisas tenham ficado extremamente bem resolvidas, essas amizades não resultam, é a minha opinião. Parecem-me sempre uma "desculpa" para não perder, por completo, a ligação com a outra pessoa. E, se ainda houver algum tipo de sentimento, penso que facilita muito alguma "recaída" e torna-se um entrave grande para que as pessoas sigam com a sua vida em frente.
    No entanto, acredito que haja excepções e penso que, isto que escrevi, se aplica mais àqueles casos em se força uma amizade logo a seguir ao término, onde está tudo ainda muito presente!
    Conheço quem tenha reencontrado ex namorados, ao fim de anos, e tenha criado uma amizade mas, lá está, estava tudo bem resolvido e mais do que ultrapassado para ambos! Eu não faço questão de manter contacto com ex namorados, acho que é mais fácil assim! Quando há filhos em comum entendo a necessidade de manter, pelo menos, a cordialidade, já que há um interesse superior em comum, não tendo nada que me prenda ou ligue a eles prefiro que vá cada um para o seu lado, não forço contactos e muito menos amizade, se um dia, por acaso, se cruzarem no meu caminho, logo se verá, mas não será, nunca, por eu ter feito por isso! No seu caso, não dá para avaliar em qual situação se encontra o seu namorado, no entanto, se se sente usada, se calhar está na altura de por os pontos nos is e tomar uma decisão para não deixar arrastar uma situação que a está a magoar.

    ResponderEliminar
  4. é o que dá quando se anda... e ainda por cima com um rapaz...
    quando tiveres um namorado vais ver que isso passa...

    ResponderEliminar
  5. Para mim não dava, tomar café por breves minutos e por a conversa em dia, tudo bem! Jantar????

    ResponderEliminar
  6. Se achas que ele te está a usar, é porque tu o permites. Ele é assim, e tu queres que mude...e isso é por na mão do outro a tua felicidade. E garanto que só tu tens a responsabilidade de seres feliz, ou infeliz! Parem de culpar os outros, e mexam-se!

    ResponderEliminar
  7. Lugar de ex é no esquecimento.

    ResponderEliminar
  8. Eu pessoalmente não acharia muito graça a isso. Se gostas assim dele fala com ele diz que não gostas, caso contrario ele fará sempre o mesmo

    ResponderEliminar
  9. O problema não é ele ser amigo da ex. Eu tenho ex "amigos" (nunca grande amigos, tipo melhores amigos, mas amigos). O problema é ele ir jantar com ela, a dois. Isso NÃO se faz.
    Isso do diz que disse, é falso, podes ter amado muito alguém, e ser amigo depois da separação. Eu não amo nenhum dos meus ex, ja os amei, e sou amiga de 3.
    Mas isso de pequenos jantares a dois, nah, nunca aceitaria e nunca faria!!! Que falta de respeito.
    Conversa com ele, mete os pontos nos i. Ha ai coisa estranha.

    ResponderEliminar
  10. Já sei que me vão cair em cima e dizer é perfeitamente possível dois ex tornarem-se os melhores amigos, sem segundas intenções... Mas eu que já vi (e sofri) muita coisa, digo-te: Sai daí! Custa mas não custa tanto como ter que aturar encontros e jantarinhos e cumplicidades "porque nós somos amigos e tu é que não percebes isso"!

    ResponderEliminar
  11. A não ser que sejam jantares de amigos, onde vá mais gente sem ser eles e aí tu também podes ir, tudo bem.
    Jantares a dois, não!

    ResponderEliminar
  12. ola, Vou-te falar um bocado na minha experiência, estamos juntos a 4 anos e no inicio do nosso namoro surgiu uma coisa dessas, ele veio falar comigo e perguntou-me se havia algum problema em ele ir almoçar com a ex namorada ( e como nos ainda estávamos no inicio não queria, ser aquela namorada chata que não tem confiança..e essas coisas) então disse que sim. Posso te dizer que foi horrível, comecei a imaginar tudo o que podia acontecer, nesse mesmo dia tive uma conversa com ele , disse que nao conseguia ficar bem com o fato de ele ir almoçar com ela que tinha tentado mas que nao dava. ele pediu-me desculpa disse que entendia perfeitamente, que realmente se fosse ao contrario ele também não ia ficar bem. pronto nunca mais teve com ela disse que não era algo importante, que era mais importante eu estar bem. Conclusão acho que deves falar porque as vezes podes ter surpresas. As vezes achamos que os outros nos lêem os pensamentos e que sao obrigados a saber tudo , mas não é bem assim , as vezes é preciso dizer. Os homens em geral tem o pensamento muito simples, nós é que imaginamos as coisas de mil maneiras possíveis.

    ResponderEliminar
  13. A mim uma vez disseram-me: se se parece com um pato, grasna como um pato e marreca como um pato é porque provavelmente é um pato.
    Se a autora se sente usada é porque muito provavelmente está a se-lo e a aceitar essa situacao. Ama-o tanto? E amor próprio, nao?

    ResponderEliminar
  14. Que idade tem?Nota-se que é muito jovem.

    ResponderEliminar