quinta-feira, 1 de junho de 2017

Segredo.01.17


30 comentários:

  1. Eu também, por isso é que divorciei.
    Enganar-se de pessoa é humano é não é vergonha nenhuma.
    Ficar num casamento por conforto, ou conformismo, isso sim é uma vergonha.
    Toca a divorciar, e a seguir com a vida. So temos uma vida, não se pode gasta-la.

    ResponderEliminar
  2. E aposto que teria sido o nirvana da felicidade...

    ResponderEliminar

  3. Infelizmente muita gente pensa assim,mas nem todos assumem.

    ResponderEliminar
  4. Se é esse o teu sentimento, então ainda vais a tempo do divórcio!

    ResponderEliminar
  5. Não podes voltar atrás mas podes seguir em frente, mudando de rumo. Divórcio.
    Infelizmente hoje em dia muitos casam porque os outros também o fazem, e não pelo sentido/significado que o casamento, em termos religiosos, tem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é algo que acontece só hoje em dia, a diferença que nos tempos modernos o divorcio já não é visto como uma vergonha, o fim da vida de alguém e essas coisas todas o que torna o processo mais fácil e as pessoas têm mais coragem para se divorciarem.

      Eliminar
    2. E quem não for religioso, não pode ver sentido no casamento?

      Eliminar
    3. não a melhor pessoa pra falar sobre isso.
      No entanto existe o casamento civil e o casamento religioso.
      Existem crentes que casam pelos dois e existem não crentes que casam na mesma.
      Na minha prespectiva quem n é religioso nunca vai sentir verdadeiramente (talvez possa haver uma pequena minoria) os valores religiosos impostos no contrato. Porque no fundo é um contrato celebrado aos olhos de deus, em que o/a e noivo(a) se comprometem a comprir á risca o que está estipulado (as palavras mágicas). Isto é, os noivos sentem que são capazes de fazerem a sua vida de encontro com a doutrina de Deus(Em termos teoricos). Agora na pratica é raro acontecer.

      Respondendo á tua questão, anónimo das 12:29, poder pode. Mas se não é religioso porque casa? Se a religião não tem significado pra uma determinada pessoa, porque escolhe casar pela igreja??


      PS: anónimo das 21:15

      Eliminar
    4. Porque casar é só pela igreja?????? Daaah!
      Os valores no contrato não são religiosos coisa nenhuma..... dá-me vontade de rir!!! Ser fiel, ajudar o outro, prestar socorro e travessar momentos bons e maus é religioso???? Mas desde quando??? E no entanto é isso que vem no contrato civil.

      Ainda bem que não é preciso ser religioso para se acreditar el valores. Haja paciência para gentinha assim, tão limitada.

      É verdade que os crentes são só gente muito bondosa e perfeita e os não crentes são todos un infiéis e más pessoas, porque por não acreditarem em deus não podem ter valores.....

      Eliminar
    5. Anónimo2 de junho de 2017 às 14:25,

      Eu não falei em casar pela igreja... falei em casar. Porque é que assumiu que casar é pela igreja? Sou ateia, o meu namorado idem, se casar fá-lo-ei pelo civil. Não vejo nenhum valor religioso no casamento, mas acredite que não tem menos importância para mim por isso.

      Eliminar
    6. 2 de junho de 2017 às 16:56

      Quem disse que só se casa pela igreja???
      Existem dois tipos de casamentos, o Religioso que tem o seu próprio significado. E depois temos o civil com outro significado.
      E isso pode ser consultado tanto na Bíblia como no Codigo civil!!!!!

      E n, n é preciso ser religioso para ter valores.

      ps:2 de junho de 2017 às 14:25

      Eliminar
    7. Anónimo2 de junho de 2017 às 18:31

      Eu n assumi que casar é só pela igreja.
      Existe o casamento civil e religioso.
      Senso ateia, como referiu, pode casar pelo civil. E os valores que colocar no seu casamento não são melhores nem piores que os valores religisos.

      ps: Anónimo2 de junho de 2017 às 14:25

      Eliminar
    8. Acho que aqui as pessoas precisam de saber que o único casamento com contrato válido é o casamento civil. O casamento religioso é apenas uma cerimónia que, por força da "concordata" assinada entre o Estado e a Santa Sé, está autorizada a celebrar um casamento civil. Para além disso, fico triste quando as pessoas misturam alhos com bugalhos e fazem afirmações medonhas como por exemplo o casamento ser um desígnio de Deus que obriga o casal a cumprir uma panóplia de mandamentos. Francamente, as pessoas casam porque se amam, porque gostam de sexo, porque querem fazer família e querem ficar juntas.Ponto.

      Eliminar
  6. Nessa história não podes mudar o inicio, mas podes alterar o fim.

    NM

    ResponderEliminar
  7. E eu só queria um dia poder casar...Mas parece-me que nunca irá acontecer!

    ResponderEliminar
  8. Errar é humano!
    Não pode voltar a trás mas pode seguir em frente.

    ResponderEliminar
  9. Lamento. Infelizmente, não podes voltar atrás, mas podes seguir em frente com aquilo que aprendeste.

    Eu não me arrependo de me ter casado, apesar de me ter divorciado. Fiz o que me parecia certo na altura, cresci e aprendi.

    ResponderEliminar
  10. A questão passa pelo facto de o casamento não ser garantia de felicidade.
    Há casais felizes, acredito que sim. Mas boa parte dos casamentos parecem-me difíceis, sofridos, com muitas (às vezes) demasiadas cedências e a pessoa, cada uma delas, vai-se deixando ir, perdendo personalidade, alegria, luz, energia...
    Há casamentos felizes e há os outros. O dia da festa não é garantia de nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo prefeitamente...
      Ps: anónimo das 21:15

      Eliminar
  11. Ao ler este segredo fui pesquisar pela net o nº de divórcios e vi esta noticia.. fiquei chocado! Sinceramente, as pessoas andam mesmo de olhos tapados em relação à outra pessoa.

    https://www.publico.pt/2016/10/20/sociedade/noticia/por-cada-100-casamentos-ha-70-divorcios-em-portugal-1748189

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E você anda tapadinho em relação à vida, se acha que as pessoas são robôs imutáveis na vida e que seguem sempre o mesmo caminho seja hoje, daqui a 5, 10, 20 ou 30 anos!
      Apostoque você está casado há 50 anos e feliz da vida e nunca teve problema nenhum em relação nenhuma..... o perfeitinho.

      A noticia não quer dizer que há 70% de divórcios, apenas quer dizer que num dado ano há X casamentos e Y divórcios. As tendências podem mudar com os anos e muitos dos divórcios são de pessoas de alguma idade já.

      Eliminar
    2. Anónimo 2 de junho de 2017 às 16:59

      Sim sou tapadinho, não percebo nada da vida nem de relacionamentos. Aliás, pelo seu comentário estou a anos luz da sua sabedoria e conhecimento nesta matéria. Mas infelizmente sou poucaxinho! O que me safa é ser perfeitinho!!
      Mais uma vez a raivinha de certas pessoas a comentar certos assuntos mostra bem que avaliações sumárias dão sempre asneirada. Eu nem vou explicar a matemática/estatística que está por detrás dessas percentagens, porque já vi que não vale a pena.
      Finito.

      Eliminar
    3. O que vem de dizer deve-se aplicar a si, visto que a sua avaliação sumária até é mais do que uma grande asneirada. Há que ser coerente.

      Eliminar
  12. Eu se pudesse voltar a trás não me casaria, nem com este, nem com ninguém, aliás o conselho que dou às minhas sobrinhas é que não se casem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tambem nao precisa ser assim tão radical....
      Quando se tem filhos, casar ou não nao interfere muito nos "sarilhos" vão ser quase os mesmos.

      Eliminar
    2. Este é o cúmulo do egoísmo. Só porque foi infeliz quer dizer que os outros tenham de ser?
      Casamento não é sinônimo de infelicidade e tenho pena que não tenha percebido que não é amarga e triste por causa de ser casado.

      Eliminar
    3. Egoísmo? Ela dá os conselhos de acordo com a sua experiência de vida, as sobrinhas só o seguem se quiserem... Onde é que isso é ser egoísta?

      Eliminar
  13. Foi uma aprendizagem. Agora faz parte da tua vida.
    Segue em frente e não te consumas com o passado.

    ResponderEliminar