quarta-feira, 7 de junho de 2017

Segredo.07.15


16 comentários:

  1. Resolve isso rapidamente porque senão nunca mais tens paz de espírito.

    ResponderEliminar
  2. Não estou a ver como alguém aqui te pode ajudar !!
    Alem de darem os conselhos cor de rosa do costume !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, porque o seu foi mesmo uma obra de arte...

      Eliminar
    2. Os teus são um espetáculo !!

      Eliminar
  3. E agora eu pergunto-te, quem nao tem duvidas??
    Achas que deixamos de viver as nossas vidas á pala disso?
    Só te estas a afundar e é porque tu queres. Ganha força e procura o lado bom das coisas, o lado bom da vida. Ele existe...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, eu não tenho dívidas.
      Generalizar é absurdo, há muita gente que nas as tem.

      Eliminar
    2. Eu tb pergunto anónimo das 16:32:
      Sabe ler?

      Eliminar
    3. Ups, nao sei ler nao, sorry

      Eliminar
  4. "Welcome to my world"... é saturante viver assim... :(

    ResponderEliminar
  5. Pois. Era do consumismo idiota, desmesurado, e anda tudo a gastar mais do que tem e depois admiram-se.
    Tu andas a destruir quem és. As dividas são tuas e contraidas por ti. Agora assume. Trabalha e paga.... claro que quando se gasta mais do que se tem, sobretudo que não é só uma divida, há uma dada altura em que vai ter que diminuir drasticamente a sua qualidade de vida para pagar o que deve...

    ResponderEliminar
  6. Não foi o "quem você é" quem criou todas essa dívidas? Então, o que tem você a perder se vir tudo isso destruído?
    Assim, ao menos, terá a oportunidade de ser uma pessoa diferente. Mais pagadora, quiçá...

    ResponderEliminar
  7. A maioria das pessoas tem dívidas, ou tem que pagar a renda da casa ao senhorio, ou tem que pagar a prestação da casa ao banco, ou são as contas que chegam todos os meses para pagar, ou são as despezas com os filhos, etc... e depois há aquelas dívidas do consumo, ou é o carro novo que tem que ser pago, ou é o tlm topo de gama que comprou ás prestações... e depois ainda há aquelas dívidas que alguém não pagou e quem se lixa a pagar são os fiadores, enfim... bem, no fim disto tudo ainda me considero uma pessoa feliz por estar fora destas dívidas e como eu, ainda existem pessoas na mesma situação! Espero que consigas resolver a tua situação e não te deixes ir abaixo por causa disso. Força!

    ResponderEliminar
  8. Pára, respira fundo, pega num papel e caneta (ou no excel, se preferires), e tenta fazer um levantamento de todas as dívidas, das tuas despesas e dos teus rendimentos. Tenta, a pouco e pouco, ir cortando de um lado, para ires resolvendo isso. E esforça-te por não contraíres mais! Acaba com cartões de crédito, se for preciso. Eu sei que pode não ser fácil, mas, grão a grão, é possível acabares com isso. Força!

    ResponderEliminar
  9. Eu trabalhei numa empresa do UK como gestora de credito mal-parado. Lidei com muitas pessoas na sua situacao (a maioria tinha varios credores e empresas de recuperacao de credito atras delas diariamente - imagino que seja um pesadelo). Mas voce nao roubou,nao matou e tem os seus direitos e a sua dignidade, nao deixe que passem por cima disso. Existe solucao para tudo, eu sugeria que contactasse a Deco ou alguma associacao que o possa aconselhar,ajudar a reorganizar-se e talvez servir de intermediario com os credores (possivelmente negociar um plano de pagamentos que seja comportavel para si - esta foi precisamente a area em que trabalhei). Existe solucao para tudo, nao desespere..mas nao deixe arrastar e acumular pois se tomar medidas agora mais depressa conseguira sair dessa situacao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um conselho sensato!! Não deixe arrastar e procure ajuda.

      Eliminar