terça-feira, 20 de junho de 2017

Segredo.20.10

13 comentários:

  1. Se engravidaste e vais ter um filho desse homem, não há muito a fazer.
    Como bem sabes poderá não ser o pai que cuida (não sei) mas Pai biológico será sempre e para sempre.

    ResponderEliminar
  2. Pensa bem no que queres fazer. Se tiveres esse filho não podes voltar atrás. O pai que escolhemos para os nossos filhos é a maior e mais importante decisão que podemos tomar. Não te arrependas...

    ResponderEliminar
  3. Pois. Só tu podes escolher o que fazer.

    ResponderEliminar
  4. Pai é quem cuida, não aquele que traz o filho ao mundo. Mas nunca poderá afastar do pai biológico o seu direito ineludível de ser pai. Não pode pensar apenas nos seus direitos e na sua vontade, porque se o fizer pode vir a ter problemas no futuro.

    ResponderEliminar
  5. Não lhe digas nada ... podes ter o teu filho sem o pai.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. belo incentivo. Não se esqueça que o filho um dia vai crescer, vai querer saber quem é o pai e tem todo o direito de saber a verdade. Se não está interessado em ajudar e incentivar pelo menos não complique e não diga disparates.

      Eliminar
    2. É o tipo de conselho que se pode esperar ouvir no Shiuuuu, e não é por acaso que são anónimos. Depois ficam espantados por eu não saber respeitar a maioria.

      Eliminar
    3. Nao pode nao, é ilegal.
      O conceito de filho de pai incognito nao existe cá. O tribunal manda descobrir quem é o pai.
      O que há é so para os casos de inseminaçao artificial e esses sao documentados.

      Eliminar
  6. Pensa se é isso que pretendes para a tua vida, nunca te esqueças que vai ser a mudança da tua vida, se ainda tiveres hipóteses de alterar o rumo, pensa...
    Senão poderes alterar, vais ver que ganhas algo de bom e único e que a tua vida pode alterar para melhor.E o facto de achares que não o queres como pai do teu filho, não implica que ele não venha a ser um óptimo pai. Como muitos já disseram pai é quem cria e cuida, não quem dá os cromossomas. Beijinhos e um Óptimo futuro para ti
    AR

    ResponderEliminar
  7. Sou o anónimo das 16:57. Não se trata de incentivo nenhum, apenas de uma opinião, era o que eu faria de quisesse muito ter o meu filho e não achasse que o pai biológico era o ideal.
    Também sei ser politicamente correta, se quiser. Penso que na diversidade de opiniões é que está o interesse em comentar. E nada impedirá a autora do segredo de posteriormente revelar ao pai que é pai, se vir uma evolução no seu comportamento e forma de estar.
    Quanto ao facto de averiguação de paternidade, há diversas formas de contornar a situação.

    ResponderEliminar
  8. Não queres que "esse" homem seja o pai?!

    Primeiro - Nunca conseguirás que ele "deixe" de ser o pai.

    Segundo - Terás enormes dificuldades em que outro indivíduo pretenda ser o pai.

    Terceiro - Pensa bem no que pretendes para o futuro.

    ResponderEliminar
  9. Ele será sempre o pai... Acabará por se saber, e ele pode exigir os seus direitos, por muito que até queiras assumir a situação sozinha. Na minha opinião, se querias ser mãe "sem pai", devias ter optado por outras soluções. Pensa bem no que queres fazer, e lembra-te que mesmo que ele agora até te diga que não quer saber do filho para nada... as pessoas mudam de ideias... Por experiência própria, não queiras passar por isso. Tens de ter a certeza que tens dentro de ti a coragem suficiente para enfrentar todas as potenciais consequências da situação.
    Se achas que tens coragem, força, vai em frente. Mas não penses que consegues afastar o pai, olha que a qualquer momento ele pode aparecer e querer fazer o seu papel.

    ResponderEliminar
  10. Então não queres esse filho, queres um filho.

    ResponderEliminar