terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Segredo.16.15


30 comentários:

  1. isso é o anti-social levado ao limite...
    sacrifício, sacrifício será uma velhice amarguradamente solitária...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, pq o q é fixe é casar e ter filhos por imposição!
      É um óptimo conselho. Sem duvidas...

      Eliminar
    2. Se é o que ela gosta, o que lhe faz??? Se ela gosta de ser solitária, uma velhice solitária é o que ela deseja. Não vejo qual o seu problema

      Eliminar
    3. Sei de um senhor de 94 anos que teve 11 filhos. Está amarguradamente solitário: paga a uma pessoa para cuidar dele.

      Eliminar
    4. Como se casar e ter filhos fosse garantia de acompanhamento até ao fim da vida... O que não falta são idosos "abandonados" e com filhos e, num casal, à partida, algum vai morrer primeiro, portanto a fuga à possível solidão não deve ser motivação para alguém casar e/ou ter filhos.

      Eliminar
    5. Será uma velhice solitária?! Já se perguntou se ela vai chegar á velhice ou não? E os amigos, não contam? Conheço pessoas "sozinhas" e já com alguma idade que são mais felizes do que malta mais nova por inúmeras razões! Até tenho um exemplo onde vivo, é uma senhora na casa dos 60 que vive sozinha, tem amigos, aos fins de semana veste as suas melhores roupas para ir para as danceterias e bailes (vem sempre um amigo buscá la de carro) ao fim da tarde é passar e vê la numa esplanada a beber a sua caipirinha sempre com companhias e podia continuar... é ou não é qualidade de vida para alguém "sozinha" na casa dos 60?

      Eliminar
  2. Infelizmente existem certas coisas que a sociedade espera de nós... Ter namorada(o), ter filho(s), etc, etc... Pessoalmente, acho que cada um tem que procurar o que lhe faz feliz... O que me faria feliz a mim pode não ser o que faria feliz a si... Por isso, acho que deve ser quem é, e se isso a faz feliz... pode ser tudo quanto baste a si. Claro que pode trazer algum desapontamento a quem espera mais de si... mas a vida é sua... e a felicidade e apenas a si a quem a cabe viver.

    Pessoalmente, o que me preencheria na minha vida era amar... Mas isto sou eu... e o que eu sou, não importa...

    Ainda assim, tenho um lema na vida: Não vivo para trabalhar, mas vivo para viver.
    Acredite que muitas pessoas dedicaram muito de si ao trabalho e a troca, ou recompensa, nem sempre é a mais merecida. Talvez consiga encontrar mais felicidade noutras coisas da vida, além do trabalho...

    De resto, desejo que seja feliz... à sua maneira...!

    :)

    RE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ela é das poucas pessoas que gosta do que faz (e é recompensada por isso) então é bastante compreensível sentir-se feliz =)

      Eliminar
  3. E para quê estar a pensar na velhice? Deve-se aproveitar agora enquanto se tem autonomia para fazer as coisas que se quer. Quando chegar à velhice, já muita coisa terá vivido pela vida.
    Ter-se filhos só para não se estar sozinho nos últimos anos de vida não faz muito sentido (além de ser um motivo bastante egoísta e sem garantias; quantos idosos não há abandonados em hospitais ou lares)

    ResponderEliminar
  4. A culpa não é tua, as feministas destruiram a instituição da familia com sucesso, rejubila a tua liberdade da patriarquia, devias estar feliz.

    ResponderEliminar
  5. E vão duas, a única diferença é que tenho um irmão só que nem esse parece muito inclinado para formar familia

    ResponderEliminar
  6. Para si amar alguém é uma questão de sacrifício? Então nunca deixe ninguém amá-la porque, pela sua lógica, quem o fizer estará a sofrer terrivelmente por sua causa...

    ResponderEliminar
  7. Qual é o problema .? Também optei por não ter filhos .. é estranho porque as piores críticas recebi -as de mulheres .. my god

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora esta na moda nao ter filhos, ja e' mais aceite, a maior dificuldade e' ser aceite como celibataria porque toda a gente e' obrigada a andar com um homem. Quem escolhe uma vida inteira de celibato e' excluido do sistema.

      Eliminar
    2. Sou mulher e acho que fizeste muito bem, com filhos é tudo muito mais difícil e complicado! Se uma relação não der certo por qualquer motivo, vai um para cada lado e fim de papo, havendo filhos existem sempre complicações e mesmo que não queiras ver nem saber mais nada da pessoa, acabas sempre "por levar com ela"!

      Eliminar
    3. Eu sou mãe e acho muito bem que só tenha filhos quem os quer. Tenho uma prima que não quer e sofre realmente uma pressão do caraças o que eu acho uma estupidez.

      As pessoas devem fazer o que querem para serem felizes. E terem filhos sem os querer acho que é pior para todos e nem eles serão felizes nem os pais que não os querem.

      Em relação à autora, se não quiser ninguém a obriga. Os seus pais decidiram o que faziam na sua vida e a autora faz o que quer da sua.

      Por aqui os meus sogros não queriam que o meu marido tivesse um segundo filho porque só são apologistas dos filhos únicos, a minha mãe não queria que eu tivesse filhos sem estar casada... Mas isso era a vontade deles não a nossa. Ninguém tem nada que se meter nas nossas decisões.

      Eliminar
  8. Só espero que trabalhe por conta própria porque investir tanto de si num negócio que não é seu pode trazer dissabores.

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. Ou não. Todas têm que ter as mesmas vontades?

      Eliminar
    2. Eu tenho quase 50 anos e nunca cheguei lá. E não me arrependo. Sabe que nem todos somos iguais...

      Eliminar
  10. Acho tão bom as pessoas fazerem o que tem na vontade e conseguirem fugir a tudo que a sociedade impõe. Fazes muito bem seguir o teu rumo ...

    ResponderEliminar
  11. Nada contra, essa opção deve ser tomada por ti e apenas por ti sem influências exteriores.

    ResponderEliminar
  12. Sou mulher e a mim parece-me que há muitas pessoas (mulheres principalmente) que acham q, por elas terem escolhido ter filhos e portanto, passar pelas tretas q é te-los (também há coisas boas claro) as outras pessoas também devem passar por elas -.-

    Elas não entendem q há pessoas q não têm o mesmo desejo de maternidade/paternidade q elas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou que nao têm o desejo de alguma vez viver com alguem.

      Eliminar