terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Segredo.23.17




Estou casada há alguns anos. Amo o meu marido mais que tudo, ele é maravilhoso. Porém sinto-me cada vez menos atraída fisicamente por ele, o que faz com que o sexo não seja tão bom. E ele não faz nada para melhorar (fisicamente e no sexo).
Há algumas semanas comecei a conversar com um rapaz de outro país, ele tem-me dado a atenção que não tenho recebido, e estaria disposto a fazer tudo para mim... 
Eu amo o meu marido, mas fico extremamente tentada a passar uma semana com esse outro rapaz para ter o prazer que não tenho tido.

38 comentários:

  1. Atenção! Isso é tudo uma ilusão!

    ResponderEliminar
  2. Blablabla quero trair o meu marido e preciso de uma desculpa... Blablabla


    Se não estás bem fala directamente com o teu marido, acaba o casamento, faz lhe um ultimato etc mas trair é simplesmente a saída dos cobardes e incapazes.

    E ninguém que ame outra pessoa era capaz de o trair, de trair a confiança e o companheirismo, a convivência e tudo o que uma relação verdadeira implica. Isso é tudo treta. Se o amas não trais, fazes por trabalhar o vosso problema (e numa relação a culpa nunca é do outro). Mas quem trai é 100% responsável por essa traição pois preferiu o caminho fácil apenas por um bocado de diversão em vez de se focar no problema ou fazer se a vida.

    E não te iludas, o outro quer-te muito enquanto não tem que assumir nada contigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ponto final. Tudo dito.
      A autora que abra os olhos!!!

      Eliminar
    2. Queria dizer que qd uma relação corre mal a culpa é sempre dos dois. Mas a traição é da total responsabilidade do traidor. Ninguém empurra ninguém para a traição. Deixem-se de m**** e assumam que simplesmente querem trair e dar uma de que foi justificado nunca é.

      Eliminar
  3. Eu juro que não entendo! Não entendo e cada vez mais, à medida que leio estes segredos, fico assustada. Hoje em dia toda a gente trai toda a gente... ninguém se dá ao trabalho de consertar o que tem!
    Insista com o seu marido, fale com ele sobre isso... quem ama não trai, quem ama não magoa a outra pessoa. Desculpe mas isso não é amar. Eu pelo menos não acredito nessa "desculpa". Quem ama não trai ponto final.
    Se quer ter novos prazeres peça o divorcio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. Concordo plenamente!
      E mais digo: se a autora ama verdadeiramente o seu marido, não tinha esta “questão”. Verdade pura e dura. Pense nisso!

      Eliminar
  4. E falares com o teu marido e dizeres que achas que o sexo não está tão bom como antes?
    Parte da intimidade do casal vem desta abertura que muitas vezes não se tem..

    ResponderEliminar
  5. esse teu amor é tão grande, tão grande que até procuraste um rapaz...
    (e será que o maridinho gosta do sexo contigo?)

    ResponderEliminar
  6. Possivelmente sou eu que sou naif, mas por vezes temos o melhor em casa e não lhe damos o devido valor. Ou somos todos insatisfeitos e nada nem ninguém é perfeito ou então andamos iludidos. O meu namorado não é perfeito, no entanto faz um esforço contínuo por mim e consequentemente por nós e pela nossa relação. Isso não só me cativa como me faz amá-lo ainda mais. Num Mundo ideal daríamos valor aquilo que temos e lutaríamos para o manter. Estamos a viver relações descartáveis, sempre à procura de algo que nem sequer sabemos o que é e depois perdemos aquilo que de mais importante conquistámos. Fala com ele, ajuda-o, ajuda-te...

    ResponderEliminar
  7. Por um lado quer aproveitar a vida, por outro não quer perder o que tem.
    Na minha opinião, você já sabe o quer e o que vai fazer, por isso acho que deve ser uma decisão só sua e não contar a ninguém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O triste e' achar que trair o marido e' sinonimo de aproveitar a vida.

      Eliminar
    2. Se é triste ou não, não sei, deve é guardar para ela a decisão que tomar.

      Eliminar
    3. Não, não deve guardar para ela porque ela não está sozinha na relação. O marido tem o direito de saber.

      Eliminar
  8. Amo tanto o meu marido, mas tanto , tanto, tanto... que basta falar com um homem na internet durante umas semanas que ja pondero ir ao estrangeiro passar uma semana com esse homem.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou então 'amo tanto o meu marido mas tanto tanto que não vejo a hora de lhe enfiar um valente par de c****'
      Se is a romantic...

      Eliminar
  9. O que você quer topa-se a milhas. Quer dar uma volta fora da cerca e voltar para o que tem na zona de monotonia mas que conhece bem. Sem riscos. Sem fazer nada por melhorar ou insistir com o seu parceiro a sério e trabalharem juntos rumo ao melhor da vossa relaçao. Ou lhe falta caráter para assumir que não há lugar para esse casamento (independentemente de ser por causa deste chamego que tem online ou outra relação qualquer) ou o amor e vontade de dar o melhor de si e puxar por ele para serem felizes já acabou faz tempo. Cinja-se a curar o seu casamento e deixe as tentações fugazes de lado. Ou abrace-as sem humilhar o homem que diz que ama.

    ResponderEliminar
  10. Ahahahah, as desculpas que as pessoas arranjam para trair. E o mais extraordinário, é que ainda faz passar a mensagem de que merece a atenção que não tem tido.
    Pode acontecer o marido sentir exactamente o mesmo, mas como não conversam sobre o assunto, fica difícil.
    É ridículo e imaturo fazer-se de vitima, e sentir-se com legitimidade para trair.

    ResponderEliminar
  11. Conseguir dizer ma mesma frase: "Amo o meu marido...mas apetece-me por-lhe os cornos" é simplesmente aberrante...

    Não sabe mesmo como há-de conseguir "excitar" o seu marido e convencê-lo a ser mais criativo e ousado na cama? Perca menos tempo a falar com o rapaz do outro país e passe mais tempo a pensar nesse assunto e tenho a certeza que muitas ideias irão surgir-lhe!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz o homem que disse amar várias mulheres... Que moral

      Eliminar
    2. Anónimo (00:28), releia o comentário onde você ouviu-me dizer isso e acorde para a vida que eu não sirvo para despertador...

      Eliminar
    3. O que não faltam são homens que "amam as suas mulheres, mas que lhe apetecem comer outras" este segredo não é nada de novo.
      Apesar de achar que o comentário que o Francisco fez no outro segredo não está tão relacionado com isto.

      Ela não tem a obrigação de o conseguir excitar. A mim até me parece que OS DOIS estão bastante comodos na relação e se dão como garantidos.

      Eliminar
    4. Anónimo (15:07), não concordo. Nós somos avaliados por aquilo que fazemos e não por aquilo que desejamos fazer. Pode até desejar, mas enquanto não o fizer de verdade...nenhum pecado foi cometido. No meu entender, se um casamento estiver a sofrer algum tipo de dano, ou não funcionar em pleno, temos sempre a obrigação de tentar salvá-lo ou consertá-lo antes de dá-lo por terminado. E não há dúvidas que uma traição termina sempre uma relação, porque ainda que o outro não saiba de nada...o amor que estava presente na relação morreu. Ninguém que ama verdadeiramente traí o seu parceiro ou parceira. Mas também compreendo que quando o sexo não funciona numa relação, normalmente a relação também deixa de funcionar. Mas se for para trair mais vale acabar com ela...

      Eliminar
  12. Eu no teu lugar, termiva . Já andei nesses águas, sei o que sentes! No meu caso, falar com ele e falar com a parede era a mesma coisa. Hoje sim, amanhã já estava na mesma. Foram 10 anos a bater na mesma tecla e
    Acabei por me envolver com outro homem. Foi muito bom, aprendi mais com ele em meses do que em dez anos. Terminei a relação com o namorado mas aquele bom sexo que tive com o amante não se esquece. Ainda hoje gosto do meu ex-namorado e se na cama fosse bom nunca acabaria com ele.chegava a tapar-me a boca para não gemer senão o vizinho podia ouvir. Perda de tempo!

    ResponderEliminar
  13. O rapaz de outro país pode ser um emigrante ou turista e não da net...
    Mas giro giro era ser da net e qd se desse o encontro aparecia-lhe o marido!! Isso sim é que era!!
    Honestamente o seu marido merecia melhor

    ResponderEliminar
  14. Escolheste o sitio errado para vir cintae isto! Aqui só ha falsos moralistas! A julgar pelos comentários, no mundo não haveria traição! Vai em frente! A culoa não é tua! O teu marido que abra os olhinhos porque numa relação nunca ninguém é dado como certo! Acomodam-se a uma porcaria de rotina e pensam que nunca mais ninguem vai olhar para nós! Eu traí o meu marido muitíssimas vezes e voltaria a fazê-lo! Acabei por ficar com ele porque, sei lá porque a vida assim quis! Nunca amei os outros, mas ja passados uns bons anos, lembro-me com nostalgia o sexo que tive com essas pessoas! Fiquei com o meu marido... e hoje em dia, já nem sexo temos. Vivemos juntos como companheiros de vida ou mesmo como irmãos! Pouca gente te vai entender!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portanto as pessoas que acham que se deve fazer à vida em vez de trair são falsos moralistas?

      O que serão aquelas infelizes que passam a vida a rodar todos porque simplesmente são frustradas nos casamentos??

      Eliminar
    2. Não ficou com o marido porque a vida assim quis mas porque é muito mais fácil dar umas fora do casamento do que realmente fazer por ser feliz e recomeçar uma vida.

      Quem não trai não é falso moralista. Se calhar não precisa é de trair para ser feliz.

      Eliminar
    3. Porquê falsos moralistas? Precisa de pensar que toda a gente trai para se sentir melhor por ter enganado o seu marido? São muito despachadas/os e decididas/os para cair na cama de outros/as, mas assumir e deixar a pessoa traída decidir o que quer para a sua vida, tá quieto.

      Eliminar
    4. Fala como se a sua vida amorosa fosse um exemplo de boas escolhas e os outros parvalhoes que acham mau trair e magoar e' que estao errados.
      O seu testemunho da sua vida tranborda felicidade (ironia).

      Voce ja nao tem opcao na vida pelo que parece ja vive num buraco,, mas a autora ainda tem escolha de ser fiel, lutar pelo seu casamento,nao se iludir com estranhos na net que mal conhece. Ou mesmo arranjar coragem e separar se e ser feliz sozinha ou com outro. Tem a opcao de fazer boas escolhas na vida, que trazem felicidade e harmonia para ela e para quem ama. Replicr o seu exemplo claramente nao e' uma boa opcao.

      Eliminar
    5. Para quem não possui integridade nenhuma, nem defende qualquer tipo de valores...é natural que ele sinta raiva pelo seu oposto. Veja as coisas desta forma, se uma porca estiver sozinha num curral, ela acaba obrigatoriamente por dar nas vistas, mas se houver muitas outras porcas a juntar-se a ela, desse modo ela já consegue passar mais despercebida e pode até mesmo achar que ser porca não tem qualquer tipo de defeito, logo, é natural que você queira incentivar as outras mulheres a pertencer ao seu grupo de pessoas...

      Eliminar
    6. Eu acabei o meu casamento porque traí. Fiquei cheia de remorsos aí e tal e acabei porque ele não merecia. Ora bolas... Asneira, foi o que foi. Ele que não saiba, mas é. E de resto, diverte te.

      Eliminar
    7. Foi asneira ter sido honesta? As pessoas têm que se convencer que não têm o direito de pôr e dispor da vida de outrem. A vida é muito curta para obrigar alguém a viver enganado, sem chance de procurar alguém melhor. Eu se fosse traída não quereria continuar com a pessoa, e quando descobrisse (porque descobre-se sempre) iria sentir que perdi tempo precioso de vida a dedicar-me a quem não me merecia.

      Eliminar
    8. Anónimo (14:32), elucide-me por favor. E o facto de você continuar ao lado do seu marido depois de o ter traído com outra pessoa, também não é pôr e dispor da vida dele? Você diz que ficou com ele porque a vida assim o quis como se a vida tivesse vontade própria e não fosse por vontade sua. Se fosse traída não quereria continuar com a pessoa mas permite que ela continue consigo depois de saber que o traiu? não se iluda...uma hipócrita, é isso o que você é!

      Eliminar
    9. Francisco, não tenho marido nem traí ninguém. O meu comentário é uma resposta à anónima das 11:41

      Eliminar
  15. Não te metas por caminhos apertados. Se queres uma aventura que te pode sair cara para o resto da vida vai, engana o teu marido que amas muito, com alguém que não conheces, que pode ter DSTs, que pode ser um criminoso, etc etc... e depois volta para ele. A atenção que tens recebido, não é mais que a canção do bandido. À anónima das 15:34 só tenho a dizer, triste historia de vida a sua. Antes se tivesse divorciado.

    Nuno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Divorciado para quê? Para encontrar outro frouxo? A mim aconteceu-me igual e acredite que à nossa maneira somos felizes!

      Eliminar