terça-feira, 17 de abril de 2018

Segredo.17.10


5 comentários:

  1. Faço o mesmo com a minha Mãe. Quando sinto saudades dela, vou enfeitar a sua campa no cemitério e converso muito com ela. Tenho a plena consciência de que estou apenas a falar sozinho e que não existe mais nada para além da morte, mas sinto-me bem por saber que ainda consigo falar com ela...através do amor e das boas lembranças que guardei dela e que ainda vivem dentro de mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não podes ter plena consciência de uma coisa que não sabes, nunca viveste, nem nunca viste. Por isso, continua sempre a falar com a tua mãe, que não podes ter plena consciência de que ela não te está a ouvir.

      Eliminar
    2. Anónimo(00:32), sim...tem razão. Enquanto agnóstico, o meu intelecto obriga-me a recolher provas de tudo, seja da existência ou da não-existência. Não posso agir como se algo não existisse sem que essa condição tenha sido devidamente provada, mas também não posso agir como se ela existisse sem que haja também provas disso. O facto é que ela existe e continuará sempre a existir no meu coração até o dia da minha morte e isso basta-me.

      Eliminar
  2. Lindos sentimentos.
    Fala. Fala sempre.
    E do Céu recebes um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Ohhhh de repente parecia um episódio da série Tis is us.
    Muita força <3

    ResponderEliminar