terça-feira, 5 de junho de 2018

Segredo.05.17


28 comentários:

  1. tambem eu, amo tanto os meus filhos que já me é impossivel imaginar sem eles

    ResponderEliminar
  2. Deliciem-se enquanto são pequeninos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando são grandes tb dá para deliciar. Serão sempre nossos filhos, nosso orgulho

      Eliminar
  3. O segredo e a imagem sao uma delicia

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Hahah um ressabiado a criticar o tempo em que um pai passa com o seu filho.
      Tal disparate só pode sair da boca de alguém com um problema, ou em ser pai, ou em relação a ser filho!

      Eliminar
    2. O Pedro pelos vistos mudou o registo e passou de poético a venenoso. Palminhas.

      Eliminar
    3. Eu cá ate achei curioso, fez-me pensar xD porque quantas mães podem dizer que conseguem fazer o mesmo?

      Eliminar
    4. Nada como um chega para lá do Shiu para te revelares em dois segundos, hã Pedrocas?

      Eliminar
    5. eu sou o autor do segredo e considero-me um bom pai e um bom marido, e é por causa de pessoas como você que nem as pequenas coisas boas se podem contar. há sempre críticas....

      Eliminar
  5. É um segredo muito bonito, muito ternurento, muito querido... que me deixou em lágrimas por outros motivos.
    Vindo de um pai, acho um segredo ainda mais bonito... sem desprimor, obviamente, para as mães.
    Os pais podem também amar muitos os filhos...

    Chorei...

    RE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mães geralmente costumam estar demasiado cansadas e adormecem xD

      Eliminar
  6. "No colo de um pai, até mesmo quando ele dorme estamos seguros..." :)

    ResponderEliminar
  7. Este segredo fez-me sorrir, tão puro e tão belo.

    ResponderEliminar
  8. Lindo :)! Eu também era assim e sou, mas por motivos diferentes.... antes era.. tão lindos os dois... que amores a dormir. Agora é... ahh tão lindos.... finalmente estão a dormir!! :)

    ResponderEliminar
  9. Repito, tem pouco que fazer. Não gostaram? deixem de ser venenosos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que devia fazer uma introspecção porque há muitas formas de falar sobre a disponibilidade para fazer o mesmo que o autor do texto sem revelar tanta agressividade.

      Além disso, o tempo é uma coisa que se gere de acordo com as prioridades.

      O segredo é amoroso, mostra um pai dedicado. Não é a única forma de ser dedicado aos filhos mas é uma delas.

      Eliminar
    2. O Pedro também deve ter muito pouco que fazer, a avaliar pelo tempo que perde a comentar todos os segredos. Mais valia passar duas horas por dia a olhar o filho!

      Eliminar
  10. Será que enquanto o pai olhava duas horas para o filho, a mãe se encontrava sobrecarregada de trabalho? é apenas a minha opinião, e não agressividade. O tempo tem de ser maximizado, tem de haver entreajuda, enquanto um faz uma coisa o outro faz outra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que o Pedro gosta mesmo é de falar sem saber sequer do que fala. As teorias que já elaborou, apenas baseado numa frase do segredo, é impressionante. Já aqui esta a fazer um filme, que ele não ajuda a mulher, blá, blá, bla´, que tem de haver entreajuda (onde leu o contrario?) Você tem mesmo um problema, e pelos seus comentários mesquinhos e ressabiados,a analisar assuntos que nem estão no segredo e a fazer filmes, a defender a mulher, e a desvalorizar o homem diria que estes comentários não são típicos de homens,,,agora entenda como quiser!

      Eliminar
    2. Entreajuda pode ser ficar 2 horas com o bebé a dormir no colo dele para a mãe descansar, por exemplo.

      Eliminar
    3. O Pedro não deve ser pai, ou então é um pseudo-pai para comentar assim... com este tipo de atitude espero que nao tenha filhos... que desperdicio de filho num pai que acha que duas horas com ele é perda de tempo ou sinal que nao tem nada para fazer

      Eliminar
  11. Respostas
    1. E você deve chupar limões por ser tão azedo.

      Eliminar
  12. Awwww que fofinho este segredo ^.^ Muitas felicidades!!!

    ResponderEliminar