sexta-feira, 15 de junho de 2018

Segredo.15.17


53 comentários:

  1. porque é parvo... se nao sentes prazer não és obrigada a fazê-lo. o sexo foi feito para dar e receber prazer, nao fazer coisas contrariada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é considerado violência no namoro. Acredito que goste imenso do seu namorado, que não queira fazer queixa dele, mas devia começar a perceber que se ele não sabe o que é o limite do "Não!" é porque ele não se preocupa tanto consigo quanto parece.

      Eliminar
  2. Sugere-lhe ser ele o primeiro a receber algo nesse orifício com um vibrador.. só para saber quão bom é :D nefim.. há que haver respeito de parte a parte.

    ResponderEliminar
  3. Diz-lhe: "podes enfiar algo no meu rabo se me deixares enfiar no teu".
    Se vier com cenas, é só dizeres-lhe na cara que nao te está a respeitar. Vai ficar encavacado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corre o risco de ele aceitar na boa

      Eliminar
    2. xD verdade, é um risco que corre. Mas penso q a probabilidade é pequena xD

      Eliminar
  4. Porque insiste? Talvez por ele ser uma pessoa determinada que deve acreditar que a sua insistência um dia possa vir a ser premiada...
    Ele não pode ofender-se com a sua recusa, mas você também não pode ofender-se por ele não querer desistir e continuar a tentar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certo, mas se ela acabar por aceitar será apenas para lhe fazer a vontade. E um homem que sabe que a companheira não quer e que provavelmente não terá prazer e mesmo assim vai em frente, não me parece muito decente.

      Eliminar
    2. Bem visto Francisco

      Eliminar
    3. Duvido que a maioria dos homens gostasse que as suas parceiras sugerissem o mesmo. E insistissem.
      É chato. Anal não é algo que muita gente considere bom.

      Eliminar
    4. Claro que se pode ofender. O Francisco não acharia ofensivo se estivessem constantemente a tentar convencê-lo a fazer algo sexual que o Francisco não quer de todo fazer? Conseguiria olhar para essa pessoa e pensar "Ora aqui está uma pessoa determinada, sim senhor!".
      Conheço um casal em que a mulher faz toda a uma série de coisas (nem digo sexual, mas sim decisões importantes na vida) que ela não quer mas que ele insiste, insiste, insiste. Ela própria afirma que ele a vence pelo cansaço e que lhe diz que sim só para que ele pare de insistir. Até hoje não conheci ninguém que achasse a atitude dele normal e não visse nisto uma grande falta de respeito.

      Eliminar
    5. Insistência premiada, só se for por vencer a moça pelo cansaço.
      E sinceramente, acho isso um total desrespeito para com ela.

      Principalmente se é algo que acontece regularmente.

      Eliminar
    6. Anónimo(20:58), e por amor...nós não fazemos tantas vezes coisas contra a nossa vontade? Não é isso o verdadeiro amor? o querer a felicidade do outro muito mais do que a nossa?
      Certamente que, perante isto, poderá querer dizer-me que o namorado não deve amá-la o suficiente já que parece insistir numa atitude que desagrada à namorada e isso não lhe trás felicidade (e em parte, concordo com esta premissa), mas, e se a namorada não gostar de nada, isso quer dizer que o namorado tenha que se privar de tudo aquilo que gosta? Poderia funcionar no inicio mas com o tempo essa relação ficaria irremediavelmente condenada.

      Se nunca experimentou, a autora do segredo não tem forma de saber se o sexo anal lhe dá ou não prazer. Pode ter apenas uma ideia pré-concebida e não estar receptiva sequer ao diálogo. Devemos manter a nossa mente aberta. Antigamente sentia nojo quando via pessoas a comer coxinhas de rã e caracóis mas depois um dia atrevi-me a experimentar e passei a adorar tudo isso. Somos humanos...e o maior sinal de evolução é sabermos que a qualquer momento podemos ter que mudar de opinião...

      Eliminar
    7. Anónimo(22:27), é natural que a maioria dos homens não apreciassem a ideia de ser penetrados analmente, uma vez que o acto de "penetrar", por norma, é da responsabilidade deles. Mas percebi a ressalva...

      Anal não é algo que muita gente considere bom, mas não se pode considerá-lo mau sem antes saber se ele é bom ou não.

      Eliminar
    8. Anónimo(22:35), confesso que de certo modo é algo difícil de responder já que, em termos de sexualidade, tenho uma mente bem aberta, não tenho qualquer tipo de tabus, levo uma vida sexual muito activa e deve haver poucas coisas que não tenha ainda experimentado, logo, não devo ser a pessoa mais indicada para conseguir responder a isso.
      Mas aquilo que está a ser colocado aqui em causa não é isso. Pela leitura do segredo, o problema da autora não é o ter que fazer sexo anal...mas sim de não conseguir entender a insistência do namorado de querer fazer sexo anal apesar de saber que ela não gosta, e eu só tentei justificá-la.

      Quanto ao exemplo do casal que você mencionou, reconheço que foi um bom exemplo e você brindou-me com excelentes argumentos. Parabéns. Ainda assim, continuo a achar que a vida sexual das pessoas é um mundo que deve ser considerado totalmente à parte.

      Eliminar
    9. Anónimo(02:47), e quando ele parar de insistir...será que, com isso, também vai deixar de gostar de sexo anal ou de querer experimentá-lo? Há uma expressão que diz: Nem tanto ao mar, nem tanto à terra...
      Se fizer sexo anal uma vez, isso não implica que o tenha de fazer constantemente, há que haver serenidade e bom senso nestas questões. O sexo anal, quando feito correctamente, está muito longe de causar desconforto e de ser uma experiência dolorosa. Há que saber investigar devidamente o assunto...

      Eliminar
    10. Francisco (14:25)
      A mim parece-me, que dada a insistência que a autora fala, o namorado dela nem.seve ter grande experiência no assunto "anal", visto estar constantemente a pressionar para o fazerem.

      Mas MESMO que ele até já tenha feita, não nos esqueçamos que anal, principalmente para quem a ideia não agrada e/ou seria a primeira vez, quase certo será doloroso!

      Agora diga-me Francisco, tendo isto em conta, que tipo de homem insiste em ter sexo anal com alguém que muito provavelmente vai sentir dor e não a quer sentir de todo?

      Eu entendo a frustração se ela for muito pudica em tudo que diz respeito a sexo, mas não o sendo... Terá uma mulher de se sujeitar a dor física apenas para proporcionar algum tipo de prazer sexual (q pode ser sentido de outras formas, prazerosas para todos!) Ao parceiro?!


      Eu se soubesse que o meu namorado não está a gostar de algo é que lhe estou a provocar dor (e essa dor não é "positiva") eu ia perder o tesão todo.

      Eliminar
    11. Se o meu marido me quiser espancar no acto sexual eu também não sei se é mau até experimentar mas tenho o direito de recusar. E tenho direito a ser respeitada.

      Se o namorado considerar que não quer abdicar do sexo anal na sua vida a opção não é obrigar a autora a fazê-lo. A opção é ir à sua vidinha.
      Ela não tem que se sujeitar a violência sexual (fazer algo contra a sua vontade ) só porque ele quer muito e pode ameaçar ir-se embora. Pois que fosse embora que isto de ser coagida para ter relações sexuais para mim é muito mau e um péssimo sinal da saúde do relacionamento em questão e da estabilidade mental do namorado.

      As pessoas podem fazer tudo sexualmente, desde que ambos queiram!! E se ela não quer e ele não a respeita... Nenhuma relação que tenha por base faltas de respeito trará algo de bom a ninguém.

      Eliminar
    12. Anónimo(17:46), como é possível fazer a ligação entre a insistência do namorado com a sua eventual experiência em fazer sexo anal? Se calhar, pode não ter experiência nenhuma, mas a sua insistência também pode ser um sinal de que pode ter muita. Os dados que temos são muito insuficientes para conseguirmos tirar uma conclusão.
      O sexo anal não deverá ser mais desconfortável ou doloroso do que provocar o rompimento do hímen na primeira vez que uma mulher tem uma relação relação. Obviamente que tem de haver muita habilidade da parte do namorado para transmitir confiança e promover um ambiente adequado que deixe a autora do segredo suficientemente relaxada para desejar tomar esse passo. Nada deve ser feito "à brusca". Com dedicação, sensibilidade e muito amor, tudo se faz.

      Não posso tomar uma conclusão sobre algo que "provavelmente" seria feito, em detrimento de uma dor que "provavelmente" poderia ser sentida, porque estamos no campo das conjecturas e das suposições. Até uma coisa ser provada, jamais pode ser tratada como certa ou verdadeira. Uma mulher não tem de sujeitar-se a dor física apenas para proporcionar algum tipo de prazer sexual ao seu parceiro, mas também não pode assumir como dor física....aquilo que ela ainda nem sequer sentiu...

      Eliminar
    13. Anónimo(00:41), reconheço os benefícios de umas palmadas no rabo durante o ato sexual mas acho que o termo "espancar" é demasiado especifico e forte...

      Veja as coisas desta forma:

      Qualquer relação onde uma parte está a ser coagida por outra a fazer coisas que não deseja, deve ser objecto de censura e está irremediavelmente condenada. Mas para as relações de natureza sexual acrescenta-se outros tipos de factores. É da inteira responsabilidade do namorado da autora do segredo ser suficientemente habilidoso para excitar a sua parceira e levá-la a desejar galgar essa barreira psicológica, fruto do amor e da atracção que sente por ele. Quando alguém deseja muito uma coisa, tem que aguçar o engenho para tornar-se merecedor do seu "prémio". Quer fazer sexo anal? então em vez de insistir tanto com essa conversa (que acaba por enjoar), devia aprender a seduzi-la melhor. Pelo menos era isso que eu teria feito. Para a autora do segredo, em vez de alimentar tabus ou preconceitos de natureza sexual, que saiba manter a sua mente aberta para fazer esta viagem e aceitar fontes de prazer diferentes e premiar quem é suficientemente engenhoso na arte da conquista e da sedução, com o intuito de levá-la a conhecer novos mundos...

      Eliminar
    14. E quem disse que era um tabu para ela? Quem disse que simplesmente experimentou, não gosta e não quer fazer??

      Custa assim tanto respeitá-la? Se lhe dói, se não sente prazer, se não é algo que queira fazer não é porque o namorado quer fazer que o tem de fazer.

      Espancar é a palavra que eu queria utilizar. O sadomasoquismo é uma fonte de prazer para muitas pessoas e vai muito mas mesmo muito além de umas palmadas. Pode envolver inclusivamente autenticos instrumentos de tortura.
      É óptimo para quem gosta e quem não quer experimentar porque acha que não vai gostar??

      A autora do segredo nem sequer tem que experimentar sexo anal se não quiser. É o mesmo que uma relação sexual dentro do conceito sadomasoquismo: óptimo para quem quer e péssimo para quem não quer.

      O Francisco acharia normal se a sua parceira insistisse constantemente em usar um strap on consigo? E acharia que tinha de ter a mente aberta para aceitar ser penetrado no ânus?

      Eliminar
    15. Francisco (19:45)
      Sim, verdade, não sabemos, mas tal como disseram depois, também.nao sabemos se ela já experimentou ou não. A maioria dos homens nunca foi penetrado, nem sequer tem curiosidade, e a maioria quando questionada também se deve mostrar bastante pudico com o "aqui só sai" (mas no da parceira tudo bem)... Isto obviamente são generalizações mas, não deixa de ter um fundo de verdade.

      Quanto á dor hímen/anal, penso que não deve saber do que fala. Mas seja qual for o ato, se ela não estiver com vontade ou não gostar, vai ser sempre doloroso. Pq isso é uma prática q precisa de haver tesão para deixar acontecer e ter-se prazer.

      Agora, a última parte do seu comentário... Sim também concordo, não deveria coági-la mas sim tentar criar um vontade na parte dela. Mas também, quem criou o segredo foi ela, duvido que ele vá ler, e duvido que ela, se não quer fazer anal, lhe vá sugerir isso.
      Estes assuntos são sempre complicados, mas acho que toda gente deveria ter o bom senso de perceber quando é que deve parar. Imagine lá você estar constantemente a ser chateado com anal... Deve ser uma treta!

      Eliminar
    16. Anónimo(13:10), se a autora do segredo já experimentou, não gostou e agora não quer repetir...então já não há mais a dizer. O assunto acaba aqui. A minha defesa assenta no prazer da descoberta, mas se esse passo já foi tomado e os resultados não foram satisfatórios...então, a insistência pode ser de facto encarada como uma falta de respeito e consideração pela pessoa amada.

      Se eu acharia normal se a minha parceira insistisse constantemente em usar um strap on comigo? Bem, conhecendo a minha mulher como conheço, é claro que não acharia normal porque ela não é dada a essas coisas...mas a questão está longe de ser relevante porque, como já disse anteriormente, nas relações sexuais a função do homem é penetrar e a da mulher é ser penetrada, logo, é bastante anti-natura perguntar a um homem se ele gostaria de ser penetrado.

      Eliminar
    17. Anónimo(14:13), li o seu comentário e concordo inteiramente com ele.

      Eliminar
    18. O Francisco tem razão em tudo o que escreveu. E mais, sexo anal bem feito... ui! consegue, por vezes, superar o vaginal. Autora do segredo, lubrificante a base de agua é essencial e diga o seu namorado para ser carinhoso :)

      Eliminar
    19. Penetrar é natural do homem, e ser penetrado da mulher.
      Mas, atente que a maioria das mulheres não atinge o orgasmo pela penetração, o ânus não foi feito para ser penetrado (embora possa dar bastante prazer), e a mulher fisiologicamente não tem uma próstata que ajuda a argumentar a favor da penetração no homem.

      Isto não é tudo preto e branco. Mas entendo o que quer dizer.

      Eliminar
    20. "nas relações sexuais"... hetero! convém frisar.

      Eliminar
  5. Insiste porque acha que um dia vai aceitar.
    Se não quer, não tem que o fazer pela insistência dele, mas se me permite o conselho, devia experimentar ;)

    ResponderEliminar
  6. Tem cuidado, quando há negação de uma parte e insistência de outra, é provável que a pessoa recorra a outras práticas para satisfazer a vontade, como por exemplo apanhar te numa posição vulnerável ou seja a dormir e pratique o acto sem autorização...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário é tão mau! Está a incutir o medo ...
      Triste!

      Eliminar
    2. Penso que, a não ser que ele a drogue, acho q não é muito normal uma pessoa dormir enquanto tentam anal com ela.

      Se ele.por acaso tentar satisfazer isso de outras maneiras, é caso para ela o deixar.

      Eliminar
    3. Sim, porque é sabido que ninguém consegue acordar quando sente que está a levar no bujão...

      Você deve ter o sono muito pesado, caro(a) amigo(a)...

      Eliminar
    4. Isso seria violar e só um criminoso faria algo assim sem o consentimento.

      Eliminar
  7. Se você não quer, ele tem que acabar por aceitar e acabar com essa pressão. Mas olhe que como mulher lhe digo que não sabe o que está a perder.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao esta a perder nada se nao gosta.

      Eliminar
  8. Tem razão. Efectivamente não sabe o que está a perder... E é pena!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiz, mais que uma vez, e não gostei. Não estou a perder nada.

      Eliminar
  9. O sexo anal não é nenhum bicho papão. É natural que as 1ªs vezes doa um bocado.. mas tudo corre bem se for feito com cuidado e bem lubrificado, devagar e sempre ter em atenção às reacções da parceira. Podes sempre começar com os dedos... o anus é bastante elástico e com a pratica as dores irão diminuir bastante. Há quem goste muito e outras que nem por isso. Há gostos para tudo. Ninguém é obrigado a fazer... têm de estar os dois em sintonia o que neste caso não estão.
    Contudo lanço o alerta...uma coisa é ele pedir e tu negares e não voltar a falar do assunto... agora se ele continua a insistir é porque quer mesmo muito fazer.... e sabes o que pode acontecer não sabes??!? Corres o risco de ele se fartar e fazer com outra. Nem imaginas os casos que existem... não só no que diz respeito ao anal.. mas a outras práticas.
    Espero que resolvam isso.... rapidamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela tambem pode arranjar outro ainda mais rapido, so porque ele a quer forcar a fazer algo que ela nao quer. Tenham isso em conta.

      Eliminar
    2. Ui, se ele fizer isso, então torna tudo muito mais fácil!
      Ninguém merece ser traído pq não faz anal, se o fizer, é prova de que não presta como pessoa e pronto.

      Eliminar
    3. Anónimo 18 de junho de 2018 às 14:15
      Não estou a incentivar que ele o faça, só estou a alertar que ela corre o risco de isso acontecer :) Nem imagina os casos que existem.. e por muito menos.
      Tanto na vida em comum como na vida sexual, têm de estar em sintonia. É para isso que serve o namoro, e se neste caso já estão com esta "diferença enorme" nem quero imaginar com o passar do tempo.
      Agora cabe os dois decidirem o que querem fazer.

      Eliminar
    4. Ora, se um homem é capaz de trair por esse motivo, ótimo, fica a seleção feita e deixa de me empatar a vida. Fazer o que não quero por medo que me deixem/traiam? Isso é que era bom.

      Eliminar
    5. Sky,
      Eu sei que você não está a incentivar a nada :)
      Só comentei a situação dele ir por esse caminho.
      Eu sei que ele pode trai-la (aliás, qualquer motivo serve) mas acho que isso não é um argumento para convencer alguém a fazer anal.xD só isso

      Eliminar
    6. Um dos meus melhores amigos trai a mulher com outras ezactamente por isso: ela não quer experimentar e ele adora. Assunto resolvido: faz a vontade a mulher que ama e satisfaz o desejo noutro lado :)

      Eliminar
    7. Anónimo das 08:09, o assunto só está resolvido se a mulher conhecer a realidade desse arranjo, caso contrário o seu amigo é só um crápula :)

      Eliminar
    8. Não sei como consegue comentar algo desse tipo e sorrir :)
      Saber que o melhor amigo faz isso.por tão pouco e achar piada.

      Agora já sabemos, se ela quiser enfiar um dildo no rabo dele, e ele não quiser, pode muito bem ir fazer sexo com outro... Com e sem dildos pelo meio.

      Eliminar
  10. Ela não quer. Ponto final.

    ResponderEliminar
  11. Tem gente que não sabe entender um não, você não quer, ele só tem de respeitar, não é obrigada a fazer o que não quer!!!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo 18 de junho de 2018 às 17:59
    Eu só alertei para essa possibilidade e de estar atenta a possíveis tentações fora do relacionamento. Na minha opinião, se não gosta não faz e ponto final :)

    Anónimo 19 de junho de 2018 às 03:37
    Claro.. :) obviamente. Uma coisa é ele pedir uma vez...outra coisa é ele andar a pedir sempre. Só faz quem quer..mas tenho receio que essa relação acabe mal :)

    Anónimo 19 de junho de 2018 às 08:09
    Pois... casos desses são às paletes. e às vezes por coisas bem menores....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tentações fora do relacionamento por causa de sexo anal? Acho isso bem estranho... como é que se processa na prática, o tipo conhece alguém e antes de se envolver com essa pessoa pergunta-lhe se faz sexo anal? Ou envolve-se e trai a parceira na esperança de que a outra goste dessa prática? Há gente esquisita :P

      Eliminar
    2. Anónimo 19 de junho de 2018 às 14:24
      Quando existe uma grande desejo de fazer isso ou outra coisa qualquer, a frustração apodera-se e acabam muitas vezes por ir farejar outro lado :) Óbvio que ninguém nos 1ª contactos vai perguntar isso :) mas com o passar do tempo, da confiança ganha, a sexualidade acaba por ser tema de alguma conversa, principalmente quando existem duas pessoas que por algum motivo estão em baixo.

      Eliminar