terça-feira, 3 de julho de 2018

Segredo.03.15


41 comentários:

  1. não receies, ninguém te vai gozar...
    muito menos se for um homem que valha a pena...

    ResponderEliminar
  2. Também eu...Tenho 27! Acho, cada vez mais, que é impossível vir a acontecer. Fico tantas vezes triste por causa disto...

    ResponderEliminar
  3. Tenho 28 e percebo-te, sinto-me cada vez mais insegura. Estou prestes a entrar numa relação e sei que vou ter de contar isso, não dá para ocultar.
    Ele é mais velho e não sei como vai reagir.
    Já sei o que todos dizem “se ele gostar de ti, não vai ter importância “ mas.. insegurança máxima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho 29 e perdi a minha virgindade aos 27 anos com um homem mais velho que eu...
      Até então também estava com todos os receios possíveis e imaginários mas no final, acabei por contar e apesar de surpreso, ele acabou por compreender.
      Por isso, o meu conselho é que não penses muito nisso. Se estás a iniciar uma relação com ele é porque ele é especial para ti. No final, tudo correrá bem.**

      Eliminar
  4. Sou homem e acho que isso não tem problema rigorosamente nenhum.
    Cada um é como cada qual.
    Um dia que se proporcione essa conversa, diga simplesmente que não se proporcionou, que nunca encontrou ninguém que valesse a pena...

    ResponderEliminar
  5. Sou homem, e não vejo problema nisso, antes pelo contrário, para ser honesto.

    ResponderEliminar
  6. Sortudo do gajo que te apanhar, isso não tem mal nenhum!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê? A virgindade é algum troféu de caça?

      Eliminar
    2. Se ela o deixar a seguir, quero ver essa.sorte.xD

      Eliminar
  7. O meu namorado perdeu a virgindade com 36 anos. Aos meus olhos isso apenas o faz mais selectivo que muitos. Não descuro, no entanto, que tenha perdido algumas coisas, que fisicamente não o tenha afectado. Mas apenas foi selectivo, não é motivo para gozo ou sequer de brincadeira. E contigo vai acontecer o mesmo! Vais encontrar alguém que valha a pena!

    ResponderEliminar
  8. Já eu digo que, há bem pouco tempo, recusei ter relações com uma rapariga que era virgem e que tinha 32 anos, porque sabia perfeitamente que era só sexo para mim e que não iria me comprometer com ela (nem com ela nem com ninguém, tenho 30 anos e ainda quero desfrutar mais um pouco...).
    E, na altura, não me pareceu bem ser eu o primeiro. Daí que não fizemos nada e tive o cuidado de lhe explicar.

    Mas, já agora, gostava de deixar uma mensagem a todas as mulheres que estão na situação da autora: estejam tranquilas, não há nada de errado com vocês e, garanto-vos, para um homem não há nada pior numa mulher do que saber que "já correu a aldeia toda"... A vossa altura chegará, arrisquem mas com consciência!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas isso são coisas que não se.contam xD
      Com a aldeia ou não, se tiverem feito o mesmo, não se pode reclamar muito. As pessoas não devem.deixar de fazer algo apenas.pq um homem pode não achar bem.no futuro. Até pq eles também.nao pensam nisso.

      Eliminar
    2. Portanto aos 30 queres gozar a vida mas ai de uma mulher que queira fazer o mesmo... Haja paciência (e eu até só tive 1 parceiro sexual na minha vida mas acho essa visão tão hipócrita!!)

      Eliminar
    3. Anónima das 23:11, não sabemos se a mulher em questão queria sexo casual ou uma relação. Eu acho que ele fez bem em expôr a situação.

      Eliminar
    4. Anónimo das 10:25: Penso que o Anónimo das 23:11 se referia ao facto de o autor do comentário querer gozar a vida (presumivelmente tendo vários parceiros sexuais sem se comprometer/ter relações duradouras), mas afirmar que «não há nada pior numa mulher do que saber que "já correu a aldeia toda"». Ou seja, se ele o fizer não há problema porque é homem, mas numa mulher a mesma atitude é - pelo menos aos olhos 'dos homens' - desprezável (segundo o comentário)

      Eliminar
    5. Enganei-me a escrever - queria, claro, dizer "desprezível" onde escrevi "desprezável".

      Eliminar
    6. Mas você perguntou para ela, se ela se ia importar? as vezes tomamos decisões e nem ouvimos o outro lado.

      Eliminar
  9. Não tenham medo de nada. Se fosse a mim uma mulher me dizer que era virgem não me ia fazer afastar dela com toda a certeza. :)
    Por isso não tenham receios e vivam a vida com naturalidade quando surgir o momento não tenham medo :)

    ResponderEliminar
  10. Se fores gozada, ganhas a oportunidade de te livrares de alguém que não presta. Acho que ninguém com o mínimo de respeito pelos outros gozaria com isso. Encara isso como um trunfo que tens para seleccionar quem vale a pena.
    No meu caso, não lhe disse nada mas foi o melhor que fiz: não era pessoa que merecesse saber que tinha sido o primeiro.
    Coragem... Vai correr tudo bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso era o que todas deviam fazer.
      Virgindade ainda é vista como prémio ou caraças.

      Eliminar
  11. Não percebo esta sociedade. De um lado temos alguns desabafos de mulheres que se gabam de ter começado a fazer sexo aos 12/14 anos como se isso enriquecesse o seu currículo e do outro temos desabafos de quem sente vergonha por ainda ser virgem aos 30...como se fosse algum cadastro.
    Mas para onde é que caminha este mundo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Novidade: As pessoas são diferentes, têm ideias diferentes, e perspectivas diferentes.

      Eliminar
    2. Anónimo(08:49), deveras...mas a diferença não faz o inteligente, a não ser que esteja rodeado de idiotas. Nem o primeiro grupo tem motivos para se orgulhar do que fez, nem o segundo grupo tem razões para sentir vergonha do que ainda não foi feito. Com tantas pessoas diferentes, ideias diferentes e perspectivas diferentes...num mundo globalizado onde há cada vez mais redes sociais e meios de comunicação de todo o tipo a conseguir ligar tudo e todos, seria de esperar que houvesse uma maior aproximação entre as pessoas, logo, como é possível que haja cada vez mais solidão a maltratar a vida delas?

      Eliminar
    3. Eu nunca vi mulheres a gabar-se de terem perdido a virgindade cedo, até pq isso é mal visto.
      Só vi homens até agora.

      Eliminar
    4. Anónimo(14:15), estava a referir-me aos segredos que costumo ver publicados aqui no Shiuuuu, e, recentemente, recordo-me de ter havido um a gabar-se disso.

      Eliminar
    5. Francisco, sou virgem, nunca tive nenhuma relação e tenho 26 anos. Acho que as mulheres como nós sentem essa dita vergonha exactamente porque há demasiadas mulheres de orgulho no peito a dizer que já perderem a virgindade aos 12/14 anos... O que nos faz pensar "O que há de errado em nós para que nunca tenha acontecido?" Para além de não nos encontrarmos dentro daquilo que a sociedade em geral considera normal neste nível, também nos martirizamos e culpabilizamos pela situação, o que se reflete em medo, vergonha, baixa auto-estima e afins... Falo por mim, por aquilo que eu sinto, mas julgo que seja uma opinião partilhada por algumas de nós.

      É uma situação complicada a nossa, porque para além disto tudo, achamos que estamos já fora do prazo e deixamos de acreditar no amor. Fechamos as portas por tanta razão ao mesmo tempo que se calhar fazemos auto-sabotagem em todas as potenciais relações.

      Eliminar
    6. Plenamente de acordo anónimo da 01:51

      Eliminar
    7. Anónimo(01:51), vou lhe ser franco, em termos de confiança, confiaria muito mais viver uma relação amorosa consigo do que com aquelas que se gabam de ter perdido a virgindade aos 13 anos. Não tem que sentir vergonha de um estado que, a meu ver, é muito raro e possui imenso valor. Se pretende ser feliz, o melhor mesmo é você esquecer tudo aquilo que a "sociedade em geral" acha normal, seja qual for o nível. Devemos respeitar as regras da sociedade, é verdade, mas não podemos ser "engolidos" por elas nem deixar que elas condicionam a nossa vida. Não tente nivelar-se pela normalidade dos outros. O importante não é aquilo que os "outros" fazem, mas sim aquilo que você sente. Se você hoje continua virgem, é porque determinou que não se revê naquilo que a sociedade acha normal, logo, não há nada de errado em si. Está apenas a usufruir do seu direito inalienável de assumir uma postura diferente face ao sexo. Cultive essa auto-estima e continue a acreditar no amor, mas se ele tardar a aparecer na sua vida, o melhor mesmo é você partir ao encontro dele. Quem sabe se esta busca não poderá ser bastante divertida... :)

      Eliminar
  12. Não tens de contar nada... Eu não contei e ele nem desconfiou.

    ResponderEliminar
  13. És selectiva... em vez de teres tido relações com qualquer um ou sem ponderares, ainda não aconteceu, ponto final. Não és nem mais nem menos que as outras mulheres, não há um prazo de validade. Eu contei quando iniciei uma relação séria e não houve qualquer problema, ele foi bastante carinhoso e correu tudo melhor do que esperava, sem dramas.

    ResponderEliminar
  14. conheço virgens com mais de 35 anos... acontece... é triste não saber o bom que é ter prazer sexual mas... se não têm quimica com ninguem nao ha nada a fazer

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A masturbação é algo que os virgens também fazem e sabem o "bom que é" ter prazer sexual. Apenas não conhecem o sexo a dois que pode ser muito melhor que a masturbação ou muito pior.

      Eliminar
  15. Não tens de contar, embora ache que não vai haver motivo de gozo.

    ResponderEliminar
  16. Já temos alguma opinião masculina.. mas homens que leem o shiu, o que é que acham mesmo de uma situação destas? Acham que se deve contar, ou nao?

    Estou numa posição muito semelhante à da autora, por esta altura já não acho que vá acontecer, porque sempre que alguém se aproxima eu, afasto de imediato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que haveria de contar uma coisa que só a si diz respeito? A menos que, para si, a virgindade seja um presente que se oferece a alguém... Mas não espere que lhe agradeçam nem que a estimem por isso!

      Eliminar
    2. Anónimo das 18:22 fui a própria a escrever o comentário inicial.
      Eu não acho que seja um presente, um brinde, um troféu ou qualquer coisa que o outro sai vencedor. Nada disso e abomino esse tipo de pensamento.

      É um coisa pessoal, concordo.
      Mas é um momento muito íntimo, e totalmente novidade. A outra pessoa irá perceber se a coisa não fluir bem.
      Isto é genuinamente uma dúvida.

      Eliminar
    3. Eu acho que devia dizer, excepto se a ideia for perder a virgindade com qualquer um só para despachar.

      E vou explicar porquê. Não sou homem mas sou mulher e as primeiras vezes não foram maravilhosas. Não é como nos filmes onde vai tudo à primeira e sabemos logo o que fazer (pelo menos comigo não foi). Doeu, o meu hímen não rompeu totalmente com a primeira vez (e larguei um pouco de sangue por causa disso ) e precisei que ele tivesse calma comigo no momento da penetração.
      Olhando para trás, fui má na cama nas primeiras vezes, estava ainda insegura com o que estava a fazer. Não é o fim do mundo, tudo melhora com a prática e qd ficamos à vontade e nos desinimimos melhor ainda.

      Mas acho que teria sido bastante estranho se o meu namorado não soubesse. Isto porque não é tudo tão fluido tipo filme. Há ali a parte de colocar o preservativo, por exemplo, que não sabia o que fazer comigo, a ansiedade da novidade, etc etc...
      Não é que seja mau mas não é bom também (pelo menos para mim foi assim e várias pessoas com quem falei sobre isto tiveram experiências idênticas).

      Dicas: namorar muito antes da penetração, levar na desportiva e ter à mão um lubrificante.

      Eliminar
    4. Sou homem e na minha opinião deve-se dizer sim. Para mim ser virgem ou não é igual a litro, não vou pensar melhor ou pior da pessoa, desde que obviamente tenha os mesmos "objectivos sexuais" que os meus.
      Existem homens que não gostam e outros que gostam. Por isso é importante referir isso para que os dois estejam em sintonia, porque perder a virgindade não é como ir beber ali uma cerveja, é sempre um momento especial para ele e para ela.
      Ansiedade e nervosismo irá sempre haver.....por isso se correr mal a 1ª vez, têm os dois de ser maduros o suficiente para não fazerem filmes desnecessários. Com o tempo as coisas correm melhor :)
      Boa sorte.

      Eliminar
  17. Só contas se quiseres.
    O "problema" está na tua cabeça e no valor que dás à virgindade. É assim tão importante?
    A minha primeira relação sexual eu tinha 30 anos, não lhe disse e ele nunca soube. Se acontecer com uma relação estável e duradoura, ele vai compreender e até vai gostar (não é, mas eles acham-se especiais), se for coisa de uma vez, ou ele nem nota (foi o meu caso) ou se a natureza não for generosa contigo e se fizer notar, segue a tua vida sem valorizar.

    ResponderEliminar
  18. sou homem, tenho 25 anos, sou muito novo, mas não tens que ter medo! O sexo é bom e é para ser aproveitado, mas para haver sexo, tem que haver uma empatia, uma atração e quando isso acontece, sermos virgens ou não não interfere em nada (e repito em NADA) o facto de sermos virgens ou não. A relação sexual vai ser sempre especial!

    ResponderEliminar
  19. Se gozar é porque são burros...

    ResponderEliminar