quarta-feira, 4 de julho de 2018

Segredo.04.14




Nasci pobre, no seio de uma família desestruturada, sem alegrias, ambições, desprovido de esperança num futuro melhor, sem energia para sair do buraco nem, tão-pouco, conhecimento que me valesse. Cheguei a pensar que estava destinado a viver na miséria material e humana para o resto dos meus dias, até que um dia os livros mudaram tudo. Curioso, porque não gostava de ler. Mesmo assim, insisti e comecei a ler há 20 anos. 

Desde então, aprendi imenso. Descobri todas as respostas que procurava, nomeadamente, que podemos nascer pobres, mas que é nossa responsabilidade se morrermos igualmente pobres. Descobri que a escola não nos prepara minimamente para a vida, não nos ensina a pensar, a ter raciocínio lógico e crítico, a compreender o verdadeiro capitalismo, benéfico e progressista, não nos explica o que é o dinheiro e como lidar com ele, apenas nos treina para servir o mundo empresarial como um rebanho obediente (ao nível das necessidades da revolução industrial). 

Enriqueci, consegui tudo o que a minha mente duvidava ser possível e hoje em dia, "trabalho" para ser milionário. Sou verdadeiramente livre, feliz e o melhor de tudo, tenho uma mente aberta, instruída, consciente e confiante. Para trás, ficaram pessoas com o mesmo emprego de sempre, pouco estimulante e mal pago, aquelas que me desacreditam e que me criticaram quando eu comecei esta jornada de crescimento. Hoje, tenho 40 anos de idade.

45 comentários:

  1. Uau, que história de vida.
    Que superação e que majestosa coragem.
    Acompanho-o na mesma jornada.
    No fim da jornada conquiste a felicidade plena. Mesmo que não milionario.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pelo sucesso. No entanto, independentemente das circunstâncias de vida de cada um, acho feio ter-se a mania da superioridade. Em vez de se regozijar com o quão melhor está do que os seus pares, pode simplesmente ficar satisfeito com o seu progresso.

    Da mesma forma, porque não contentar-se com o seu conhecimento, em vez de ter essa atitude "anti-rebanho", "anti-estabelecimento", "eu-sou-diferente-e-especial",...? Estas fontes de felicidade por comparação deixam-me dúvidas quanto à parte em que se afirma confiante.

    Afinal... Enriqueceu por ambição, ou por vingança?

    De qualquer forma, felicidades para si. Uma pessoa com pouco dinheiro tem uma grande desvantagem à partida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe discordar, mas não vejo a citada atitude "anti-rebanho", no lugar disso vejo alguém que conta anonimamente "passei por muitas dificuldades mas as superei; enquanto muitos me criticavam e desacreditavam eu perseverei e este é o resultado". É uma forma de desabafar algo que seria mal visto e mal interpretado por outros.
      Todos tivemos e temos pessoas que nos retardam, puxam para trás, que invejam nosso progresso ou nossa coragem, ele deixou-os acreditando em seus ideais. Não vejo felicidade por comparação, apenas um estímulo àqueles que tem seus projetos e percebem que não podem continuar do jeito em que estão e ter mudanças ao mesmo tempo.

      Eliminar
  3. Isto não é um segredo.
    É uma lição de vida!

    Parabéns! E que continue a sentir-se verdadeiramente feliz

    RME

    ResponderEliminar
  4. Não sei se isto é um segredo ou uma gabarolice mas felicito-o pelo seu percurso! Mas, por favor, não desacredite os outros tal como fizeram consigo... Não pense que deixou "para trás" aqueles que para si são uns falhados porque, como bem sabe, a vida dá muitas voltas. Infelizmente, nem sempre o trabalho e o esforço compensam e essa de ser nossa culpa morrer pobres é uma grande falácia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema não é serem falhados, é o terem criticado, descredibilizado, gozado.

      Eliminar
    2. Acho que ele está a dizer que "ficaram para trás" aqueles que nos puxam para trás, seja por inveja ou por falta de coragem. Ficaram para trás no sentido de que não se pode operar mudanças na vida enquanto se continua a fazer as mesmas coisas.
      Se queres ser uma pessoa positiva não podes estar rodeado de pessoas negativas, se queres empreender não podes andar com pessoas que pensam todo o tempo que ganhar dinheiro é ruim. Pelo menos foi como percebi o segredo.

      Eliminar
  5. Parabéns!!!
    e muito sucesso!
    vida

    ResponderEliminar
  6. Espero que nessa jornada de vida não tenha só "servido" para aumentar o valor monetário, cultural e literário...mas sim o amor que tem por si próprio e amor que tem para partilhar...sim, porque dar é diferente de dar-se.
    A pobreza não é só monetária, mas também de espírito...e sinceramente espero que os livros tenham ensinado isso.
    Fico feliz por ter conquistado ao longo desta jornada (20 anos) e ser capaz de: "Sou verdadeiramente livre, feliz e o melhor de tudo, tenho uma mente aberta, instruída, consciente e confiante"...e sobretudo eliminar tudo que era "tóxico" para si "Para trás, ficaram pessoas com o mesmo emprego de sempre, pouco estimulante e mal pago, aquelas que me desacreditam e que me criticaram quando eu comecei esta jornada de crescimento."
    O meu conselho seja você próprio e sem prejuízo de outrem...seja FELIZ

    ResponderEliminar
  7. Estás preso a uma necessidade de "ser rico" que, para mim, não é saudável nem exemplo de vida. Os valores estão trocados, sinceramente, e, por vezes, é essa sede de riqueza que mata o sucesso das pessoas.

    Eu nasci pobre, estudei, estudei muito, e estou a criar, neste momento, uma empresa, o meu objectivo não é enriquecer monetariamente, o meu objectivo é tornar o mundo melhor, mais rico, e à noite, deitar-me a pensar que fiz algo por alguém, pela sociedade, e, no fundo, pelo mundo. Esta sim, é a maior riqueza que guardo e guardarei em mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exato! Eu não nasci pobre, nasci numa família de classe média e pude frequentar a universidade sem sacrifícios. Na altura de escolher o que estudar, escolhi algo que sabia que me faria feliz mas que dificilmente me faria rica.

      Eliminar
    2. Identifiquei-me consigo. Desejo-lhe as maiores felicidades!

      Eliminar
  8. Parabéns!! E sim, tem todo o direito de se sentir superior! Pode e deve, fez por merecer isso! Parabéns :)

    ResponderEliminar
  9. Parabéns!!! Só pessoas com grandes capacidades conseguem alcançar grandes feitos!

    ResponderEliminar
  10. parabéns mas... que nariz empinado é esse? parece que tem raiva do mundo e quer espezinhar tudo e todos. aqui ninguém é superior a ninguem. faça a sua vida sem esse ressentimento sem razão. parece que os outros não valem nada.. que mente!!!

    ResponderEliminar
  11. Veni vidi vici, parabéns! Mas olhar os outros por cima do ombro não lhe dá grandeza de carácter...

    ResponderEliminar
  12. Concordo com parte, não concordo com tudo. A mim, foi decididamente a escola e a universidade que me ensinaram a ter sentido crítico e a ter ganas de descobrir o mundo. Acredito que não seja assim em cursos que servem para gerar pessoas para o mercado de trabalho, mas há mais para lá desses cursos.

    ResponderEliminar
  13. Tem dinheiro mas tem espiríto de pobre! Regra no 1: a vida não é um dado adquirido, logo tudo o que adquirimos/conquistámos não é garantido, tudo! Apenas com o seu esforço conseguiu progredir na vida. Seja humilde, a vida é um ciclo! Nunca subestime os outros, quer estejam num nível inferior ou mais superior a si e respeite a história de vida de cada pessoa. Não julgue ninguém porque também não quis que o fizessem a si. Noto muita vaidade no seu segredo e algum sentimento de vingança. Já alimentou a conta bancária e o cérebro , agora alimente o seu espiríto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O texto do autor do segredo explica precisamente o contrário. Fala sobre como se deve cultivar o espírito. Diz que há uma desculpa para nascermos pobres mas que não existe desculpa nenhuma para pensarmos e vivermos como pobres...e eu concordo inteiramente com ele.

      Eliminar
    2. Ele não subestima, apenas fala dos que gozaram com ele e rebaixaram

      Eliminar
  14. Eu não vi este desabafo como demonstraçao de força, mas sim como demonstraçao de ressabiado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O autor do segredo pareceu-lhe ressentido com a vida por estar a ponto de tornar-se...milionário?

      Eliminar
    2. Francisco, já que se fala em livros: "The Great Gatsby", já leu?

      Eliminar
    3. Anónimo(10:32), não...desde os meus tempos de estudante que perdi a paciência toda que tinha para ler livros. Mas conheço o filme... :)

      Eliminar
  15. Pelos vistos há muita gente por aqui que não gosta de ler, razão pela qual não percebeu o conteúdo deste texto.
    O que o autor quis dizer é que os livros mudaram a sua vida. Sim, os livros! Aquela coisa que 9 em cada 10 portugueses não toca durante a maior parte da vida.
    Não me pareceu que o autor estivesse a mostrar-se superior, muito menos a espezinhar quem quer que fosse. É apenas o testemunho de uma vida difícil que teve desfecho diferente por via do conhecimento - neste caso adquirido pela Leitura.
    Como há gente mesquinha que não lida bem com o sucesso dos outros e com o dinheiro, somos obrigados a ler comentários de teor crítico ao autor.
    Os meus parabéns ao autor, belo exemplo de vida. Houvesse mais gente assim e não teríamos tantos dependentes do Governo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois claro !!! porque ter determinada opiniao sobre este segredo é automaticamente sinonimo de ;
      1º não ler livros
      2ª ter inveja
      3ª ser mesquinho

      Eliminar
    2. Claro - é dever de "iluminados" como o autor do segredo mostrar ao "rebanho obediente" o caminho da luz...

      Sim, na minha opinião é um sentimento um bocadinho feio ter descoberto a leitura e achar que é a ovelha especial porque "sabe como funciona o capitalismo"...

      Não é só a pobreza que é um entrave na vida, não conhecemos as circunstâncias de vida dos outros. Essas "pessoas com o mesmo emprego de sempre, pouco estimulante e mal pago" são, bem... Pessoas. Não sabem o que as levou às suas situações atuais (ou se desgostam de todo delas). O autor chateou-se com quem o julgou, e agora que tem dinheiro julga os outros em troca. "Two wrongs don't make a right"...

      E eu leio livros, sim. Mas não vou acusar quem não lê de tacanhez ou pior, nem me vou julgar superior apenas devido a esse facto.

      Portanto compreendo o sentimento do autor, mas também compreendo algumas das críticas que foram feitas. E podem muito bem ser-lhe dirigidas também, ó grande leitor superior aos tais 90% da população que são desprezíveis porque não têm os mesmos hobbies que o anónimo.

      Eliminar
    3. E há quem leia bibliotecas sem nunca ler nas entrelinhas!...

      Eliminar
  16. "Era pobre, aprendi umas coisas, agora sou rico e melhor que os outros que nunca fizeram nada por eles mesmos. Sou o maior". É isto que retiro do seu segredo. Posso estar enganada, mas foi a minha interpretação. Seria bonito se tivesse usado o que aprendeu para se tornar uma melhor pessoa. Só que a ideia que passa é que agora é rico e isso é tudo. Ainda bem para si, que conseguiu sair da pobreza, mas a maior pobreza é a de espírito e, daquilo que denoto do segredo, parece que ainda não conseguiu ultrapassar essa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo. É precisamente a ideia oposta à sua que está a ser transmitida pelo segredo. A maior riqueza dele...foi a do espírito...porque foi ela que permitiu-lhe derrubar as barreiras, vencer todas as adversidades que encontrou na sua vida, e incentivou-o a criar valor. Se ele fosse realmente fraco de espírito, continuaria a ser o pobre infeliz que era quando nasceu...

      Eliminar
    2. Não percebeu nada.
      Sente-se melhor que as porcarias que gozaram dele e rebaixaram...

      Eliminar
  17. Bla bla bla. Nada de novo. Toda a gente sabe. O meu pai foi igual. A minha avó nem sabia ler nem escrever e o meu avô tinha a 4a classe. Não impediu o meu pai de fazer como você. É apenas questão de vontade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sim...o seu pai provou muita coisa e parece ter-se saído bem mas...e você? a sua "vontade" resume-se a quê? Gastar o dinheiro todo que ele ganhou ou tenciona também provar alguma coisa ao mundo?

      Eliminar
  18. Só faltava o logotipo da herbalife e da amway xD

    ResponderEliminar
  19. E aprendeste nos livros como ajudar os outros a serem felizes também ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso não se aprende nem é você que me vai aprender. Faço voluntariado há anos no tempo livre. Já faço mais do que muita gente porque em milhões de habitantes continuamos com falta de pessoal no voluntariado! E não são só os pobrezinhos que fazem!
      Mas há muita gente com invejinha e vê-se logo nos comentários, e acham logo que tee sucesso e dinheiro = ser mau, egoísta, etc. Tipo acharem que têm automaticamente algo melhor do que essas pessoas. "Tu tens dinheiro/sucesso mas eu tenho valores". Pffff!!! Que comentários rascas.
      Mas para informação, os pobres não ajudam mais do que os outros....

      Eliminar
    2. Não é por ter dinheiro que as pessoas assumiram isso, apenas pelo desprezo pelos outros patente no texto do comentário. Rasca é não saber aceitar críticas legítimas e projetar nelas inveja. Há muitas pessoas ricas no mundo, não é só o autor. Mas acalme-se, não precisa de ficar tão defensivo.

      Eliminar
    3. Não é necessário tanta agressividade, nem usar diminutivos para a palavra "pobre". Fiz apenas uma pergunta. Fico feliz por saber que é feliz e faz outras pessoas mais necessitadas também felizes. Era apenas esse o meu intuito na minha questão.

      Eliminar
  20. Alguém pode ser pobre, mas não deve pensar como gente pobre...
    Uma grande lição de vida, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  21. Parabéns pela conquista! Muitas as pessoas que estão a comentar não devem ter noção do quanto custou chegar onde está hoje... Força e muito sucesso!

    ResponderEliminar
  22. Será que poderia recomendar a leitura de alguns livros por cortesia? Ou alguns conselhos de como fazer dinheiro a render dinheiro? Ando a ler alguns mas ainda não me vejo convencido (em parte por medo, suponho) ou munido de informação suficiente para conseguir seguir o caminho da independência financeira. Obrigado pelo seu tempo :)

    ResponderEliminar
  23. Dinheiro é sinónimo de energia elevada e valorização pessoal.
    Eu sou uma "cega" que anda em busca do mesmo mas tenho crenças na dificuldade...ainda.
    Muitos parabéns.

    ResponderEliminar