sexta-feira, 13 de julho de 2018

Segredo.13.17


25 comentários:

  1. Credo, como se sujeitou a tal coisa? Esse homem parece doente, se calhar deveria fazer queixa dele. Hoje em dia não temos de nos sujeitar a nada disso! Não desperdice a sua vida com pessoas assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazer queixa teria sido uma coisa boa a fazer mas já sabemos que nestes casos é sempre complicado e difícil uma mulher ter força para denunciar até porque depois muitas não têm para onde ir e depois o marido ou namorado recebi notificação da queixa e a coisa piora para os lados dela.. Infelizmente

      Eliminar
    2. Ninguém se sujeita a isto. As pessoas não têm "violador" ou "stalker" escrito na testa (infelizmente...). A mais das vezes, estas coisas são graduais, e a vítima não percebe até estar bem enterrada na situação. Eu fui vítima de stalking por um ex-namorado e não apresentei queixa porque sabia que seria pior para mim... porque se me conseguia perseguir, também me conseguiria agredir, ou pior.

      Eliminar
  2. ele já era ex quando te forçou? esperemos que não...
    e, sem demora nem hesitação, apresenta queixa contra o perseguidor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas faz diferença ser ex ou não quando a forçou?! A questão reside no "fui forçada" e "anda a perseguir-me" ... e ambos são crime, sendo ex ou não, essa condição não o isenta de nada.

      Eliminar
    2. Qual é a diferença entre ser ex ou não ser? O crime é o mesmo.

      Eliminar
  3. Meu deus fiquei completamente bloqueado após ler isto.. Nem sei que dizer. Bom teres te conseguido acabar relação. O que ele fez não tem mínimo perdão o que ele fez é monstruoso!!.. Espero que te consigas livrar dele definitivamente.
    Se tiveres alguém de confiança para o fazeres conta o que sucedeu e que ele te anda a perseguir. Eu sei é extremamente difícil contar. Se não o conseguires pelo menos conta a um amigo(a) ou um grupo chegado de amigos que ele te anda a perseguir e que tens medo do que ele possa fazer. Sempre é uma ajuda teres os teus amigos alertas.

    Muita força!

    ResponderEliminar
  4. Minha querida, por favor não perca mais tempo e vá à polícia!!

    Tenha muita força e cuide-se, porque ninguém deve-se sujeitar a isto!!

    ResponderEliminar
  5. Devias pedir uma ordem de restrição para que ele não te possa voltar a fazer mal. Não penses nunca que estás a exagerar ao ter medo dele, é justificado.

    ResponderEliminar
  6. Isto é simplesmente nojento. Abominável!
    O seu ex não é um homem, é um canalha, um crápula, um monstro. Obviamente que deve denunciá-lo à policia o quanto antes e colocar esse animal atrás das grades. Hoje em dia existe associações de apoio à vitima (APAV, por exemplo) que podem ajudá-la a superar tudo isso e orientá-la no sentido de saber o que deve fazer para conseguir resolver esta situação. O que você jamais pode fazer é submeter-se às vontades desse monstro. Não pode ter medo dele nem acovardar-se. Se você não tiver coragem de enfrentar essa situação, os abusos nunca irão terminar.

    Ganhe coragem e vá em frente! Nem que tenha de inventar que apanhou "Sida" com um vadio qualquer, só para fazê-lo perder a vontade de continuar a abusar de si sexualmente.

    ResponderEliminar
  7. QUEIXA NA POLÍCIA JÁ! E ligue para a APAV.

    ResponderEliminar
  8. Não tenho palavras para comentar, o seu ex é um monstro. Devia ir preso!

    ResponderEliminar
  9. Vá a polícia o mais depressa possível!!!
    Hoje em dia existe inúmeras associações que a podem ajudar! Mas não pode continuar assim. O ideal seria passar uns tempos longe da sua cidade após fazer queixa.

    ResponderEliminar
  10. Ele se te forçou o que te fez foi violência conjugal sexual. Lamento imenso que tenhas passado por isso e espero que consigas ultrapassar a situação.
    Ele para te fazer uma coisa desse género é completamente parvo.

    O que te fez é um crime e a perseguição também o é.
    Se não quiseres ir à policia procura a APAV e pede ajuda. Eles ajudam a vários níveis, incluindo com apoio judicial.

    Tens que te proteger e a melhor forma de nos protegermos de cobardes é não deixar que nos ameacem!

    ResponderEliminar
  11. Isso é violação e é um crime. Denuncia na APAV (associação de apoio à vitima) primeiro e pede ajuda para poder levar o processo à polícia e protegerem-te

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A APAV não é um orgão de policia criminal para se fazerem lá denuncias. É uma associação de apoio a vítimas de crime e prestam isso mesmo: apoio. Apoio psicológico, jurídico (o que é diferente de fornecerem advogado, atenção). Fazem um trabalho importante e serão certamente uma mais-valia para a Autora do Segredo, mas convém não confundir as coisas! Queixa-crime é na GNR, PSP, MP...

      Eliminar
  12. Muita força! Siga os conselhos que já deram acima (apav e polícia) e proteja-se...

    ResponderEliminar
  13. Estas à espera do quê para apresentar queixa...?
    Não percebo estas pessoas que se deixam intimidar e viver com medo de ex!
    A justiça existe para algo, as autoridades também.
    Ha' também associações para isso...

    ResponderEliminar
  14. a minha irmã passou pelo mesmo, mas quando nos contou já era tarde para fazer alguma coisa. não faças o mesmo. denuncia-o, protege-te! essa criatura merece ser punida!

    ResponderEliminar
  15. Deves ir à Policia imediatamente, qualquer dúvida podes ligar para o Serviço de Informação às Vitimas de Violência Doméstica: 800 202 148 é anónimo e confidencial. Fala também com a APAV
    Foste vítima de violação e ele neste momento é um stalker, estás em perigo. Faz queixa imediatamente.

    ResponderEliminar
  16. Shiuuu, violência doméstica é crime público, há dever de denunciar. Entrem em contacto com esta pessoa o mais rapidamente possível.

    ResponderEliminar
  17. É muito bonito isso da queixa e ainda "mais bonito" o que diz "estas á espera de quê?". Só passando por elas. Tenho uma tia que sim senhora, fez queixa a policia, ninguém lhe ligou, arrufos diziam eles. Fez queixa á APAV e foi tudo espetacular (sem ironias) mas ela agora tem que estar escondida e fugida ...já há 1 ano que não pode deixar rasto dos seus passos.Fazer queixa e dar parte na APAV sim, mas não pensem que é só isso.Tens aqui uma grande luta, respira fundo e não desistas.

    ResponderEliminar
  18. Passei por algo semelhante. Vai a um psicologo e faz queixa na policia. No meu caso a minha psicologa ajudou-me imenso, foi o empurrão que eu precisava para conseguir lutar contra isto. Tens é de ter muita força de vontade. Força, nao desperdiçes a tua vida por causa de criaturas como essas!

    ResponderEliminar
  19. Não é fácil tomar decisão de pedir ajuda.
    Mas é necessário.

    Eu vivi isso com um namorado. Há uns anos.

    E sofri muito. Muito mesmo.

    Não é fácil caminhar até a delegacia.

    Por vezes encontrei policiais que não acreditavam nas minhas palavras, ou diziam que era mais uma briguinha de casal.

    E cada dia eu tinha menos vontade de sair de casa, porque estava sendo perseguida, na porta da faculdade, na porta do serviço.

    Por fim consegui chegar na delegacia das mulheres e o rapaz recebeu uma notificação que deveria manter distância de mim.

    Tive ajuda de psicologos também.

    Não é fácil.

    Mas hoje eu sou a pessoa que quer dar forças para outras mulheres que viveram ou vivem situação parecida com aquela que eu vivi.

    ResponderEliminar
  20. Meu deus que horror, estou chocada, faça já queixa dele na polícia, pessoas como essas tem de ser denunciadas. E procure ajuda para si. Muita força!!!

    ResponderEliminar