quinta-feira, 11 de julho de 2019

Segredo.11.17


11 comentários:

  1. É por essas e por outras que sempre achei uma parvoíce as tatuagens com o nome da mulher /namorada/marido /namorado. Quando é dos filhos, dos pais, etc, sabe-se que os laços familiares estão sempre lá. Agora dos cônjuges, tudo pode mudar e depois fica-se com uma marca eterna de uma pessoa que passa a não nos dizer nada. Pense que a tatuagem representa as memórias boas que tiveram juntos

    ResponderEliminar
  2. Tatuagens por amor são das coisas mais sem sentido.
    Não sou fã de tatuagens, e hoje em dia parece cada vez mais difícil encontrar alguém que não as tenha, seja por amor ou por outra coisa qualquer.
    Tenta ver se dá para fazer outra coisa a partir do que já tens.

    ResponderEliminar
  3. Ui... isso é lixado.
    Pessoalmente nunca faria matching tatoos (não sei se será o caso) exactamente por causa disso. As relações agora quase nunca são "eternas". É demasiado arriscado.
    Espero que encontres uma solução em breve.

    ResponderEliminar
  4. Confesso sempre que vejo segredos onde entram arrependimentos por fazerem tatuagens, ou porque enviaram nudes ou ainda porque fazerem filmes caseiros, dá-me vontade de rir! Só me apraz dizer uma celebre frase de uma novela qualquer " inocente não sabe de nada" ( mas com sotaque brasileiro).

    ResponderEliminar
  5. Não tenho tatuagens, nunca me deu para isso. Mas sim, hei-de fazer algo que represente o amor que lhe tenho, algo simbólico para mim,não um nome. Sei que independentemente daquilo que a vida nos reserve, ele fará sempre parte de mim. Da minha história, da minha construção e crescimento enquanto pessoa e melhor ser humano. Portanto,nunca será um erro.
    Se achas que precisas de dar umbrefresh a essa marca que tens na pele, vai a um bom profissional ver a melhor forma de o fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até acabar é tudo muito bonito. Depois é que vem a mágoa e o arrependimento.
      Mas pronto, só acontece aos outros, não é mesmo? Connosco é sempre único e especial e ninguém mais entenderá

      Eliminar
  6. Fui a Cuba de Férias no ano Passado e conheci uma Hondurenha numa das noites em que lá estive. No dia seguinte ela ia embora. Passados uns dias devido ao rum, fui tatuar o nome dela. Não irei tatuar nada por cima, foi uma coisa que fiz de impulso e tão espontânea que me faz perceber que é assim que eu sou. Além de que faz sorrir sempre as pessoas que me perguntam se o tatuador também estava com os copos para ter escrito "PAS" com S e não com Z.. Ela chama-se Pastora, mas tratam-na por Pas :)

    ResponderEliminar
  7. Se a tatuagem for descaracterizada e não tiver nenhum nome inscrito, pode sempre aproveitá-la para representar todos os outros "amores eternos" que vier a encontrar pela frente...
    É que nenhum amor pode ser eterno mas a capacidade de amar, essa, nunca se perde e é imortal enquanto houver vida...

    ResponderEliminar
  8. Recordar o que falhou pode ser a melhor maneira que terá para tirar daí uma lição de vida. Não vejo razão nenhuma para se arrepender da sua tatuagem. Quando a fez tinha um sentido e era verdadeiro, essa é a história de amor da sua tatuagem, não é só porque ela correu mal que vai deixar de fazer parte da sua história de vida.

    ResponderEliminar
  9. Podes sempre cobrir, há tatuadores que fazem trabalhos fantásticos e sempre podes cobrir com algo que fará sempre sentido para ti (:

    ResponderEliminar