segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Segredo.14.17


33 comentários:

  1. Eu faria o mesmo, e se tb anda mais limpinho e cheiroso. Ainda por cima quando vejo mães a saírem à rua com as crianças vestidas com a roupa com que dormiram a noite toda ( e olhe que é mais comum do que se pode achar).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fui uma dessas mães e se voltasse atrás voltava a fazer o mesmo. Um recém-nascido dorme imenso, quer de dia quer de noite. Passa o tempo deitado a dormir, seja de dia ou de noite. Por isso para quê estar a mudar a roupa? A minha filha odiava despir/vestir, era Inverno e não fazia sentido nenhum andar com mudanças de roupa apenas por vaidade. Sobretudo porque nos primeiros meses andava sempre de babygrow. Mas isto sou eu que detesto ver bebés de poucas semanas com roupas de várias peças, calças, camisas, sapatos, etc...

      Eliminar
    2. Anónimo14 de outubro de 2019 às 21:34

      Se você não sai à rua com a roupa com que dormiu , porque deixa uma criança que se bolça, baba , faz chichi e cocó durante a noite sair com a mesma roupa, que desmazelo! "Minha filha odiava despir/vestir" ah tá, a criança é que manda, sempre há uma aquecedor para não sentir tanto o frio.

      Eliminar
    3. Eu odeio ver bebés com roupa desconfortável. Acho que nos julgamos todas umas às outras. Enquanto a anónima olharia para os meus filhos a pensar que "coitados" vão de babygrow, eu estaria a pensar "coitada da criança" porque me parecia extremamente desconfortável e desnecessário andar a vestir crianças como se fossem bonecos sem pensar no bem estar deles.

      Meio mundo a julgar a outra metade...

      Eliminar
    4. Se a roupa não estiver suja ou com cheiros, não vejo o problema.

      Eliminar
    5. Desde que esteja limpo e confortável, tudo bem.
      Com o mais velho chegava a mudar a roupa só porque sim. Depois ganhei juízo (e mais roupa para tratar). o segundo, que fazia cocós de 3 em 3 h, rezava para que a fralda aguentasse para não ter de o enfiar na banheira.
      Agora que são mais velhos o lema é o mesmo: conforto e limpeza (qb). Modelos, so nas revistas.

      Eliminar
    6. Sou a primeira anónima, e nunca disse que as acrianças devem andar com roupa desconfortável. Agora achar o segredo fútil? Quando alguém escreve isso e outras coisas como a do comentário das 21:34 só me vem à cabeça aquelas mães super desmazelados que deixaram de se preocupar com elas mesmas e que os filhos são um reflexo desse desmazelo e GRANDE falta de brio. Um criança andar de dia com a roupa de dormiu é de louvar , mas uma mãe que queria que o seu bebé ande bem vestido é fútil. Depois dizem que anda meio mundo a julgar outro, eu acho mais que anda meio mundo sem o minimo brio nos próprios filhos.

      Eliminar
    7. Anônima 22h11

      Desmazelo para si. Nem todos os bebés bolsam, sabia? E para a baba (que nas primeiras semanas praticamente não existe) existem lenços e babetes que vão sendo trocados e lavados. E quanto aos seus filhos não sei, a minha filha sempre fez xixi e cócó nas fraldas e não nas roupas. Por isso, pergunto: para quê trocar de roupa se o bebé dorme o tempo todo e não se suja? Eu troco de roupa porque sou adulta, porque suo, porque me sento em várias cadeiras durante o dia, porque ando de transportes, porque saio de casa e ando em diferentes ambientes, porque ao pé de mim há quem fume, etc. Enfim, vida de adultos que bebés recém-nascidos não têm.
      Quanto à « criança é que manda », faça o que quiser com as suas. Em minha casa mando eu. Mas não uso a minha autoridade para fazer um recém-nascido passar frio (sim, a minha casa é quente mas sente-se quando estamos vestidos ou nus, imagine-se) e por algo que não gosta (como vestir/despir, a única coisa que a fazia chorar sem ser fome ou sono) apenas por vaidade minha. Enfim, maneiras diferentes de ver a parentalidade e a autoridade.

      Eliminar
    8. Anónimo15 de outubro de 2019 às 14:59

      Desculpe ter feito sair de si a mãe leoa e exemplar que é, e que não sabe interpretar textos. Lá pela sua filha não de bolçar ou cagar fora da fralda, e o cocó cheirar a rosas e mais não sei o quê , sabe que isso n é a norma? Sabe que quando me referi, falei de casos de desmazelo puro, e não acho normal a criança dormir com a mesma roupa que anda o dia toda e vice-versa até porque se quando a criança toma banho muda de roupa, se neste caso acham normal não mudar de roupa pressuponho que o banho tb é coisa que se dê de vez em quanto!!! Trabalho com crianças e até de pijama vão para escola, com a boca cheia de papa, e banho dou-lhes eu tal era o cheiro, percebe o que me refiro? Agora ma~es exemplares cuja os filhos cagam unicórnios e o bolsado cheira a água de rosas não se revoltem, e entendam que existem mães sem brio nenhuma, desmazelada (para n dizer porcas que se fartam).

      Eliminar
    9. Achar que as crianças não tomam banho ou não trocam de roupa só porque não estão vestidas de forma exemplar é bastante preconceituoso.

      Os meus filhos não utilizavam necessariamente a mesma roupa de noite ou de dia. Provavelmente calhou enquanto recém nascidos não lhes trocar a roupa de manhã porque, guess what, eles passam o dia a dormir e precisam é de conforto e coisas suaves contra a pele.

      Eu acho bastante azeiteiro ver bebés recém-nascidos com roupas XPTO, cheios de folhos ou com aquelas roupas mini-influencer/fato de treino à moda dos países de leste.

      A anónima provavelmente julgar-me-ia porque os meus filhos estavam de babygrow ( mesmo que fossem mais "formais" enquanto bebés pequeninos só me interessou o bem-estar deles e o conforto) e para mim quem veste crianças como uma montra para se expor ao mundo não joga com o baralho todo e tem as prioridades todas trocadas.

      Não andaremos mesmo todas a julgar umas às outras?
      Já viu o quanto julga as outras mães, como lhes atribui 1001 defeitos e não vê nenhum possível defeito seu?
      Já para mim, está a confundir limpeza e higiene com meter os miúdos como uma árvore de Natal. Enfiar totós e laços a RN ( que trazem possíveis consequências, problemas e até risco de sufocarem) para mim é parolo... Para a anónima não enfeitar os miúdos e sair de casa com eles em babygrow ( que é um pijama) é o fim do mundo, significa falta de higiene e de cuidados não só com a criança como desleixo da própria mãe.
      Mas não... A anónima não é de certeza absoluta a outra metade do mundo a julgar a outra metade. Isso é que não 😂

      Eliminar
    10. Anónimo15 de outubro de 2019 às 21:39 mais uma ou então a mesma mãe leoa que não sabe interpretar as minhas palavras. Não falei em roupas xpto, laços e lacinhos, disse e repito que não acho normal uma criança andar de dia com a mesma roupa com que dormiu, é desmazelo e falta de higiene, seja em que idade for. e por acaso até concordo uando diz "Eu acho bastante azeiteiro ver bebés recém-nascidos com roupas XPTO, cheios de folhos ou com aquelas roupas mini-influencer/fato de treino à moda dos países de leste." Ah e babygrow é tanto roupa para sair como para dormir, mas anar com o mesmo dia e noite...bem acho que já sabe o que penso. Mais brio e cuidado senhoras!

      Eliminar
    11. Anónima das 16h20. Está desculpada. Mas não fez soltar nenhuma mãe leoa, não se preocupe. Eu acho que a anónima interpreta tão mal os textos como eu. Em lado nenhum digo que o cocó da minha filha cheirava a rosas ou que é a norma não bolsar (mas também lhe digo que não é assim norma todos os bebés bolsarem. Há uns que o fazem, outros não. Simples). Da mesma forma que fala em alhos e eu em bugalhos. Eu falo em recém-nascidos, a anónima fala de crianças. E sim, eu não trocava a roupa à minha filha de manhã e à noite (e mais 76657 vezes durante o dia) porque realmente não lhe dava banho todos os dias. Meu deus, o horror, a tragédia, o drama. Neste momento, as recomendações que alguns médicos dão são estas, quem quiser segue, quem não quiser não segue. Cada um com a sua consciência. E repito, estamos a falar de recém-nascidos. A minha filha já tem 4 anos e como pode imaginar não a mando para a escola de pijama nem veste as mesmas cuecas durante dias. Nem vai para a escola com a boca suja do pequeno-almoço ou com a roupa suja de iogurte. Sabe que quando julga os outros pelas frases que aqui são ditas (já me conseguiu chamar desmazelada e mãe exemplar cuja filha caga unicórnios, decida-se), também se sujeita ao mesmo. Não dar banho todos os dias ou deixar que um recém-nascido fique de dia com a mesma roupa que de noite não é igual a cheirarem mal, estarem porcos, desmazelo, falta de brio, falta de cuidado, falta de limpeza....Se não é capaz de perceber isto, a culpa não é minha.

      Eliminar
    12. Está a falar com várias pessoas. Não está a fazer sair mãe leoa de ninguém... Lá está, quem diz alhos e responde bugalhos sujeita-se a levar o mesmo tratamento.

      Eu vou já fazer queixa à CPCJ do hospital, já que o meu filho na neo não tomava banho todos os dias e a neonatologista me proibiu de o fazer em casa ( também recebi outro tipo de orientações...).M
      como trabalha com crianças obviamente deve saber muuuuuiiiito mais do que qualquer neonatologista ou pediatra... Quando encontrar um que recomende banhos diários avise, porque os pediatras pelos quais os meus filhos passaram ao longo dos anos, devem ser muito porcos já que não recomendam essas práticas...

      A anónima não acha normal um bebé usar a mesma roupa dia e noite e eu não acho normal tirar um babygrow limpo a um RN só porque a rotação do mundo se alterou relativamente ao sol... É que um RN não segue propriamente um ciclo circadiano e não faz mais nada. Além disso a pele é sensível e a sobre-estimulação irrita-os. Aka passar a vida a mudar a roupa nos horários "socialmente aceites" quando já há vários momentos em que precisam de trocar a roupa toda e por vezes até tomar banho porque o 💩 quase lhes chega ao pescoço... É apenas uma forma de irritar as crianças. Faça isso com um high need baby e vai ver a carga de trabalho e a pressão que isso vai fazer.

      Resumindo aquilo que tenho tentado dizer: a grande maioria das mães dá o seu melhor, a grande maioria comete erros, a grande maioria é uma mãe exemplar até ter filhos e engolir os sapos todos que atiçou... E a grande maioria julga. Julga-se a si própria, culpabiliza-se por tudo e um par de botas e depois julga as outras todas que não fazem/pensam como elas.

      Tal como a anónima está a fazer. Mas Deus a livre de admitir tal coisa... Nah..

      Eliminar
  2. A serio? A mim preocupava me que estivessem essencialmente limpas e confortáveis. Ofereceram me umas sapatilhas nike minusculas que nunca usaram. Alguma vez aquilo podia ser confortável??!! E muitas outras "paneleirices".. mas a imagem e elogios para algumas cabeças valem mais.

    ResponderEliminar
  3. Sou mulher e penso da mesma forma. Os meus filhos e o meu marido têem de andar sempre num brinco!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Têm?? Coitados...

      Eliminar
    2. Anónimo14 de outubro de 2019 às 23:57

      Faz muito bem, penso assim também.

      Eliminar
    3. O marido?? Ahahah mas é voce q trata de arranjar o seu marido p ter de se preocupar c ele? Ele n se veste sozinho?

      Eliminar
    4. Onde vivo (numa terriola), a maioria das mulheres pensa assim. A forma como o marido e os filhos andam vestidos/arranjados supostamente diz muito sobre elas, já que são elas as donas de casa responsáveis por tudo e mais um par de botas. E sim, há pessoas que vestem os maridos. Não literalmente (acho eu!) mas escolhem a roupa que os maridos vão usar e colocam em cima da cama para o marido vestir quando sai do banho. Verdade! A minha mãe fazia isso há muitos anos atrás, tenho uma tia que ainda faz. Penso que nas gerações mais novas, como a minha, já ninguém liga a isso, mas sei que as pessoas mais velhas repararam e criticam. Se o meu marido sai de casa com uma tshirt vincada, a culpa é minha que não a passei a ferro, claro está. Sou uma porca desleixada porque deixei o meu marido sair de casa naquele estado. Filhos igual. Portanto percebo perfeitamente este comentário, embora não concorde nem um bocadinho com isso.

      Eliminar
    5. Isso é coisa do século passado. Alguma vez eu ia escolher a roupa do meu marido, trabalho o dia todo, chego a casa às tantas da noite, mal tenho tempo de escolher a minha roupa quanto mais a dele LOL
      Concordo com o anónimo das 09:10, nas terriolas e nas gerações mais velhas isso acontece, com as minhas avós era assim, isto porque eram donas de casa.

      Eliminar
    6. 😂😂😂

      Conseguem imaginar coisa mais pacóvia do que andar preocupada com o que o man-child veste?! Credo que vida triste a de cuidar de um marido como se dum bebé ou inválido fosse... Parece que os homens têm uma deficiência qualquer que os torna incompetentes para fazer tudo o que é básico.
      Fica a dúvida... Esse tipo de homem serve para quê?

      Eliminar
    7. serve para sustentar a familia.

      conheço um caso assim em que ele é director de uma grande empresa e ganha bem, ela tem uma pequena loja mas é so mais para se entreter que nao tira grande rendimento daquilo, e ela é que lhe organiza a roupa diariamente e a mala quando ele vai de viagem. alias, tive uma situação caricata em que estavamos em viagem fora do país, eu senti-me mal e perguntei se alguem tinha o medicamento x, e ele apareceu-me com uma caixa pequena com varios comprimidos individuais e a conversa foi mais ou menos isto:
      ele: ve se o medicamento que queres é algum destes;
      eu: mas tu nao sabes os medicamentos que trazes?;
      ele: foi a minha mulher que arranjou, supostamente os que podem ser mais comuns, mas nao faço ideia do que aí está nem para que serve cada um;
      eu: então se nao sabes que utilidade tem isso para ti? mesmo que fiques doente nao fazes ideia do que usar!
      ele: pois....

      ahahah enfim. por acaso tinha la o que eu queria e eu reconheci o comprimido. mas pronto, so para dizer que obviamente ele a nivel profissional é uma pessoa extremamente inteligente e organizado, mas depois a nivel pessoal é daqueles homens em que as mulheres é que organizam a vida toda.

      Eliminar
    8. E depois elas levam com os palitos a vida toda e afogam as mágoas na bebida porque são dependentes deles financeiramente para tudo.

      Eliminar
  4. A mim preocupa-me é se eles estão(todos) alimentados, agasalhados e se têm muito amor. Você já pensou, que tem mais dinheiro para satisfazer esse seu ego, mais do que do seu filho, do que outras pessoas.

    NM

    ResponderEliminar
  5. Gosto de ver o meu filho bem arranjado com roupas confortáveis e que combinem. Que esteja sempre limpo, cheiroso, dentes escovados, unhas limpas e aparadas. Tal como eu saio de casa arranjada o meu filho também sai.
    Não gosto de ver miúdos com roupas sujas e desleixados mas não comparo se o meu está melhor vestido do que os outros.
    Os gostos são relativos e temos é de nos sentir bem connosco, o pensamento/opinião dos outros e relação a "gostos" é-me indiferente.
    Não acho que devamos andar a acharmos-nos melhor do que os outros, que os nossos filhos são ou estão melhor do que os dos outros. Se todos fossemos menos negativamente críticos, mais tolerantes e respeitadores das diferenças no outro, o mundo seria certamente menos conflituoso.
    (Hoje estou pelo amor e pela paz).

    ResponderEliminar
  6. O essencial é que andem limpos e confortáveis, dai fazerem filhos "biblots" aja pachorra

    ResponderEliminar
  7. Eu acho natural as pessoas gostarem de ver os seus filhos bonitos, não interessa se têm 4 meses ou 40 anos.

    ResponderEliminar
  8. Os vossos maridos e os vossos filhos não são acessórios para andarem sempre "num brinco" (como diz uma anónima aí por cima) a condizer com o que querem mostrar aos outros! Os vossos maridos e filhos devem ser mas é felizes!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São acessórios por gostar de ver o marido e os filhos bem vestidos, limpos? Qualquer mulher gosta é de ver o marido mal vestido, sujo e os filhos também dá um gosto não é? Ah e o marido tb deve adorar ver as mulher toda desmazelada.

      Eliminar
    2. O excesso de foco em aspectos exteriores, nas aparências e no visual diz muito das pessoas, incluindo das suas inseguranças.

      Quando o maior foco é o exterior... Algo de muito errado se passa.
      Uma mulher que nunca sai à rua sem maquilhagem ou sem estar "top" não tem uma auto-estima de invejar...

      Eliminar
  9. E por aqui se vê, o estado da sociedade, a educação que dão às crianças, a futilidade e as mentes ocas...
    Não se está a falar de limpeza e higiene mas sim de comparar roupas e isso é simplesmente idiota. É como os miúdos do liceu andarem a comparar marcas e serem gozados por não terem a roupa x ou y. O que é que isso interessa? O seu bébé anda bem arranjado, bom para si e para ele. Viva a sua vida, deixe a dos outros. Cada um sabe de si.
    É de casa que vem o exemplo, sabiam??

    ResponderEliminar